VOCÊ TEM FOME E SEDE DO QUE?

Compartilhe:

As ações de Deus estão sempre escondidas ao entendimento humano.

A verdade é que as ações de Deus estão sempre ligadas, coerentemente, ao seu Plano de Amor. Quer dizer: ele quer nos salvar! Tudo o que Deus faz é para realizar esta Vontade. Como não compreendemos isso, não compreendemos as ações de Deus. O nosso olhar, pensamento, vontade e desejos vivem em conflito dentro de nós (cf Gl 5,7).

Muitas vezes, contra nossa própria natureza e salvação, acabamos buscando e escolhendo o que nos prejudica, física e espiritualmente. Essa contradição explica porque temos dificuldade de agir e viver segundo a Vontade de Deus. Diz o Senhor em Isaías: “Os meus projetos não são os projetos de vocês, e os caminhos de vocês não são os meus caminhos – oráculo de Javé.” (Is 55,8-9).

Vamos partir para uma situação concreta apresentada no evangelho de João, capítulo 6.

Uma grande multidão procura Jesus “porque as pessoas viram os sinais que ele fazia, curando os doentes” (Jo 6,2). Jesus atende o povo que não só tem sede de Deus, mas está com fome. Jesus lhes dá a Palavra, mas, também lhes dá o pão: “Jesus pegou os pães, agradeceu a Deus e distribuiu aos que estavam sentados. Fez a mesma coisa com os peixes. E todos comeram o quanto queriam”. Ele os saciou plenamente!

Jesus realizou a multiplicação dos pães e peixes como um sinal da salvação que ele queria realizar. A partir de uma necessidade humana queria entregar-lhes o Reino.

O povo voltou no dia seguinte para procurar Jesus: “Quando encontraram Jesus no outro lado do lago, perguntaram: ‘Rabi, quando chegaste aqui?’ Jesus respondeu: ‘Eu garanto a vocês: vocês estão me procurando, não porque viram os sinais, mas porque comeram os pães e ficaram satisfeitos’” (Jo 6,25-26).

Vemos aqui, uma clara inversão de valores, fruto da incompreensão. Enquanto Jesus quer dar o máximo, o povo vem buscar o mínimo. E então Ele repreende o povo: “Não trabalhem pelo alimento que se estraga; trabalhem pelo alimento que dura para a vida eterna. É este alimento que o Filho do Homem dará a vocês, porque foi ele quem Deus Pai marcou com seu selo” (Jo 6,27).

O Diálogo com o povo se prolonga e os ensinamentos de Jesus aprofundam Plano de amor de Deus: “Então eles perguntaram: ‘O que é que devemos fazer para realizar as obras de Deus?’ Jesus respondeu: ‘A obra de Deus é que vocês acreditem naquele que ele enviou.’ (…)‘Eu garanto a vocês: Moisés não deu para vocês o pão que veio do céu. É o meu Pai quem dá para vocês o verdadeiro pão que vem do céu,  porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo.’ Então eles pediram: ‘Senhor, dá-nos sempre desse pão.’” (Jo 6,28-34).

O Ensinamento de Jesus propõe uma nova visão: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome, e quem acredita em mim nunca mais terá sede. Eu já disse: vocês me viram e não acreditaram’.” (Jo 6,35-36); propõe uma nova maneira de alimentar a vida: “se vocês não comem a carne do Filho do Homem e não bebem o seu sangue, não terão a vida em vocês. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia (53-54).

Infelizmente, a incompreensão chega, sempre, antes da decisão por uma vida nova porque cega os olhos e o coração: “Depois que ouviram essas coisas, muitos discípulos de Jesus disseram: ‘Esse modo de falar é duro demais. Quem pode continuar ouvindo isso?’ Jesus sabia que seus discípulos estavam criticando o que ele tinha dito. A partir desse momento, muitos discípulos voltaram atrás, e não andavam mais com Jesus. Então Jesus disse aos Doze: ‘Vocês também querem ir embora?’” (Jo 6,60-67).

Pergunta difícil, esta, no final deste texto para quem vive sempre encima do muro ou pensando a vida só como satisfação de momento: física e material. Mas, é possível reconsiderar posturas e decisões e responder como Pedro: ‘A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna’ (Jo 6,68).

Dê a você mesmo a chance de experimentar algo maior do que pede a sua vontade humana. Conheça a vontade de Deus! Deixa Deus saciar a sua vida!

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

QUARESMA: OS TEMPOS MUDARAM!

  O que será que sobrou das nossas quartas-feiras de cinzas: Lembranças?  Saudades? Tradição? Medo? Dúvida? Apreensão? Será que toda essa história de quarta-feira de

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts