Solenidade da Assunção e festa de Nossa Senhora da Vitória são celebradas em Oeiras

Compartilhe:

 

Iluminados pelo Tema: “Com a Mãe da Vitória, caminhar juntos como Igreja missionária” e pelo Lema: “Perseverantes na comunhão, na fração do pão e na oração” (cf. At 2, 42), realizou-se, no dia 15 de agosto 2022, às 09:00 horas, na Igreja Catedral de Nossa Senhora da Vitória, em Oeiras – Piauí, a Missa Solene em honra a Nossa Senhora da Vitória, padroeira do estado do Piauí, da Diocese de Oeiras e da Paróquia. Neste dia, a Igreja Católica  celebra a Assunção de Nossa Senhora, mulher revestida de honras e glórias que reconhece e agradece as maravilhas que Deus realizou.

Milhares de devotos participaram com muito entusiasmo, da Festa da Padroeira de Oeiras e do Piauí. O festejo em preparação para a Festa aconteceu de 05 a 15 de agosto e foi marcado por novena, quermesse, celebração eucarística e procissão até o morro do Leme, onde encontra-se a imagem de 15 metros de Nossa Senhora da Vitória.

A solenidade da assunção de Nossa Senhora, foi presidida por Dom Edilson Nobre, bispo diocesano de Oeiras, e concelebrada pelos padres Possidônio Barbosa, pároco da Catedral e Vigário Geral da Diocese, Pe. Jonh Elves, vigário paroquial da referida paróquia, Pe. Rogério Santos, Paroquia São Sebastião, Diácono permanente Gutemberg Rocha e seminaristas. Na assembleia centenas de fieis assistiram a Santa missa com muita devoção A celebração eucarística foi animada pelo Coral Madrigal, que durante o festejo participou com muito entusiasmo das celebrações da padroeira.

Na homilia, Dom Edilson Nobre falou que “ Um sinal e uma premissa desta vitória se chama Maria de Nazaré, a Senhora da Vitória! Voltemos o nosso olhar pra ela, porque através de sua vida se ilumina também a nossa vida e a da Igreja. O Evangelho trata da visita de Maria a Isabel. Maria sai da aldeia de Nazaré e vai a uma aldeia da Judéia para servir. Na anunciação, em Lucas 1,37, o anjo informara Maria a respeito da gravidez de Isabel, com a garantia de que nada é impossível para Deus. “Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice; já está no sexto mês aquela que era chamada de estéril, pois para Deus nada é impossível”. Ao declarar-se serva do Senhor, ela concebe Jesus e, como sinal de serviço, dirige-se apressadamente à casa de Zacarias, ao encontro e a serviço de Isabel (vv. 39-40). A cena mostra o encontro de duas mães agraciadas com o dom da fecundidade e da vida. Mostra também o encontro de duas crianças, o Precursor e o Messias, ambos sob o dinamismo do Espírito Santo. João Batista exulta no seio de Isabel que, cheia do Espírito Santo, proclama Maria bem-aventurada. A grande bem-aventurança de Maria é ter acreditado que as coisas ditas pelo Senhor iriam se cumprir. “Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu” (v. 45), ressaltou Dom Edilson

Às 16:30h, centenas de devotos da Virgem da Vitória seguiram em procissão, saindo da Igreja Catedral em direção ao sopé do Morro do Leme. Durante o percurso, a procissão fez uma parada no Hospital Regional Delindo Couto onde Dom Edilson Nobre deu uma benção especial aos doentes e funcionários da instituição.

Ao chegar no Morro do Leme uma multidão de fieis devotos acolheram a imagem de Nossa Senhora da Vitória com muita alegria e devoção. A missa solene de encerramento foi presidida por Dom Edilson Nobre, bispo de Oeiras, concelebrada  por representações do clero da diocese de Oeiras e Floriano.

Após a benção final, a imagem da Virgem da Vitória retornou a Igreja Catedral em procissão, acompanhada por milhares de fiéis, que prestaram sua última homenagem no patamar da velha matriz, encerrando a festa da Padroeira de Oeiras e do Piauí, neste ano de 2022.

Fotos: Claudio Fernandes e Ceiça campos

 

     

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

ACEITAÇÃO AMOROSA DO SOFRIMENTO

Santa Teresinha do Menino Jesus (nascida em 1873), tem um testemunho eucarístico belíssimo. Sua vida, à semelhando do Cristo, está marcada pelo sacrifício da vida-à-serviço