Romaria de Santa Isabel reúne cerca de 12 mil pessoas

Compartilhe:

No final da tarde desta segunda-feira, às 17h00, 17 de novembro, Memória de Santa Isabel da Hungria, cerca de 12 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, estiveram reunidas na Romaria de Santa Isabel. A romaria aconteceu no Santuário de Santa Isabel que fica entre os municípios de Campinas do Piauí e Isaías Coelho-PI. Presidida por dom Juarez, a romaria contou com a presença do Pe. Juarez (Santo Inácio de Loyola), Pe. Francisco Sousa (N.S.Conceição), Pe. José Raimundo (N.S.Rosário),  Pe. Geraldo (S.Francisco de Assis), idealizador da romaria, religiosas e milhares de romeiros das paróquias da região.  A Celebração foi um momento forte de oração e profecia, caracterizada por vários símbolos que expressavam a fé do povo em oração. Algumas pessoas entraram com as cruzem que simbolizavam as dores de tantas familias nos nossos dias. No Ato Penitencial, algumas pessoas pediram perdão por tantos pecados que tornam muitas pessoas cegas e mudas. O Pe. Geraldo lembrou o sentido da romaria. Santa Isabel rainha foi jovem que viveu no século XIII, viveu apenas 24 anos. Abriu mão da coroa de ouro para servir os pobres. Por isso, a romaria é também a Festa da Caridade, um convite do Senhor a todos a viverem o amor. Destacou ainda uma “ponte” por ele construida há mais de 20 anos atrás que serviu para muitas pessoas, principalmente de Isaías Coelho. A ponte serviu até certo ponto, agora cabe ao poder público a providenciar uma nova ponte para atender a necessidade do povo. A ponte de madeira vai ficar para a memória, como “registro histórico”, sendo permitida apenas a travessia de pedestre, ficando interditada para carros e caminhões. O padre concluiu a homilia convidando a todos a serem “ponte no mundo”.

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

ADVENTO: VINDE, SENHOR, NÃO TARDEIS!

  As pessoas vivem procurando uma solução mágica para os seus problemas enquanto deveriam buscar uma direção para a própria vida. A questão é muito