Pentecostes: O novo amanhecer da Fé!

Compartilhe:

O tempo pascal, iniciado com a quarta-feira de cinzas tem, em Pentecostes, o encerramento do seu ciclo.

O que isso tem de importante?

A fé cristã é, toda ela, marcada por acontecimentos fundantes que a liturgia ajuda a manter na memória como algo presente, vivo e significativo. Em todos os acontecimentos da fé, o Espírito de Deus agiu, selando a obra trinitária.

A obra de Deus é grande e, entrar no seu mistério, é muito mais importante do que, simplesmente, conhecê-la, apreendê-la ou entendê-la. Por isso, Deus nunca fez ou faz algo sem, ao mesmo, tempo revelar o seus propósitos e nos inserir nos seus mistérios da sua vontade. E, isto nos foi dado como graça, pelo Espírito Santo.

Podemos dizer que a história da Salvação é marcada por quatro acontecimentos fundantes: o êxodo (saída do Egito); o exílio(repatriação do povo que estava no estrangeiro); a morte e ressurreição de Jesus (mistério do amor presença de Deus) e as primeiras comunidades (o Novo Povo de Deus a caminho).

Nos dois últimos acontecimentos da História da Salvação (morte-ressurreição de Jesus e início das primeiras comunidades), a revelação de Deus tem o seu auge: o Mistério de Deus passa a ser missão dos discípulos(as) de Cristo.

Pentecostes marca, portanto, o tempo da Igreja, sob a ação e o influxo do Espírito Santo.

O que a história da Salvação diz sobre Pentecostes?

Pentecostes é conhecido, basicamente, pelo relato dos Atos 2,1-11. Mas, existem muitos outros relatos bíblicos, apontando para outros pentecostes. A força e ação do Espírito santo é dinâmica, inclusiva, participativa e multiplicativa.

Antes de mais nada, Pentecostes é o primeiro e o maior fruto do Mistério da Paixão, Morte e ressurreição de Jesus, oferecido à Igreja. É o primeiro dia de um novo tempo. É novo amanhecer depois da noite, do fechamento e do medo. É o advento da paz. Vejamos o texto de João 20,19-23: “Era o primeiro dia da semana. Ao anoitecer desse dia, estando fechadas as portas do lugar onde se achavam os discípulos por medo das autoridades dos judeus, Jesus entrou. Ficou no meio deles e disse: ‘A paz esteja com vocês.’ Dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos ficaram contentes por ver o Senhor. Jesus disse de novo para eles: ‘A paz esteja com vocês. Assim como o Pai me enviou, eu também envio vocês.’ Tendo falado isso, Jesus soprou sobre eles, dizendo: ‘Recebam o Espírito Santo’.”

Pedro, o “homem das chaves”, depois o episódio, na casa de Cornélio, (At 10,1ss), admite: “De fato, estou compreendendo que Deus não faz diferença entre as pessoas. Pelo contrário, ele aceita quem o teme e pratica a justiça, seja qual for a nação a que pertença” (At 10,34-35). E, faz uma descoberta, absolutamente, desconcertante para o orgulho judeu: “Pedro ainda estava falando, quando o Espírito Santo desceu sobre todos os que ouviam a Palavra. Os fiéis de origem judaica, que tinham ido com Pedro, ficaram admirados de que o dom do Espírito Santo também fosse derramado sobre os pagãos. De fato, eles os ouviam falar em línguas estranhas e louvar a grandeza de Deus. Então Pedro falou: ‘Será que podemos negar a água do batismo a estas pessoas que receberam o Espírito Santo, da mesma forma que nós recebemos?’ Então Pedro mandou que fossem batizados em nome de Jesus Cristo” (At 10,44-48).

A liturgia do dia de Pentecostes, num gesto muito simples, de apagar o Círio Pascal, no final da missa, nos permite enxergar a profundidade e as consequências do agir do Espírito Santo e vislumbrar, com isso, o tempo da Igreja como seguimento e missão. Isso vai corroborar as palavras de Jesus que disse: “Mas o Advogado, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ele ensinará a vocês todas as coisas e fará vocês lembrarem tudo o que eu lhes disse” (Jo 14,26).

Por esta e, por outras narrativas, experiências e acontecimentos, Pentecostes é o tempo do Espírito na Igreja e o tempo da Igreja no Espírito. É o novo amanhecer da fé!

 

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts