O anúncio do Anjo à Maria sobre a vinda de Jesus

Compartilhe:

A Anunciação do Arcanjo Gabriel à Maria revelando que ela seria a Mãe do Salvador é o fato que inaugura um novo tempo na história da humanidade. As profecias até então somente ouvidas e esperadas no Velho Testamento tomam forma e se concretizam com o anúncio da vinda de Jesus, o Salvador.

Os primeiros registros acerca desta festa podem ser encontrados no cânon do Décimo Concílio de Toledo (656). A Igreja celebra a solenidade da Anunciação a Nossa Senhora desde o Século V, no Oriente e a partir do Século VI, no Ocidente.

Nazaré, uma pequena cidade situada entre as montanhas da Galileia, ao norte de Israel, foi a cidade escolhida por Deus para o grande acontecimento da Anunciação. Nesta pequena cidade morava a jovem Maria que nascera de Santa Ana e de São Joaquim e havia sido prometida em casamento a José. A sagrada tradição e os Evangelhos nos apontam que Maria estava em sua casa a cuidar de seus afazeres quando recebeu a visita do Anjo Gabriel que lhe diz: “Alegra-te cheia de graça! O Senhor está contigo”.

A jovem ficou perturbada com a saudação, pois não sabia do que se tratava. Mas o anjo estão lhe revelou o propósito de sua visita: “Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus. Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.” A esta colocação o coração de Maria se inquietou pois ela não havia conhecido nenhum homem. Daí o anjo revela a jovem que o menino que irá nascer será obra do Espírito Santo e que ele será o Salvador. Maria então pronuncia o SIM que mudará sua vida e toda a humanidade: “Eis-me aqui! Faça-se em mim segundo a Vossa Palavra.”

Realizava-se ali a grande promessa de Deus em favor do seu povo. O amor de Deus que se derramava e tomava forma para vir ao nosso encontro foi plenificado no ventre da humilde serva. O Papa São Leão diz: “Quem não verá em Cristo a sua própria debilidade? Maria, a humilde jovem da aldeia, acha-se tão pouca coisa…, mas em Cristo sente-se forte e o medo desaparece!”

Os Santos Padres são unânimes em afirmar que a Encarnação do Verbo de Deus é de todos os mistérios o maior, e nele todos os demais se encerram. Neste dia, a exemplo do Beato João Paulo II, toda a Igreja se recomenda à Mãe de Deus, para que juntamente com ela possamos ser um com Cristo, em favor da Igreja e dos irmãos.

Fonte – www.zenit.org

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

QUEM SE CALA…

Todos nós temos responsabilidade no bem ou no mal do mundo.  Ninguém pode se considerar isento desta responsabilidade ou inocente em todas as situações. Com

“PAU PRA TODA OBRA”

  Algumas pessoas, como diz o ditado, são “pau pra toda obra”: são arrojadas, têm iniciativas, colaboram, são prestativas, têm disposição, são dinâmicas, têm coragem,