Mensagem do Padre Possidônio Barbosa para a festa de Nossa Senhora da Vitória

Compartilhe:

Participe da festa de Nossa Senhora da Vitória, padroeira da Diocese de Oeiras e do Piauí!!! De 5 a 15 de agosto na nossa “Amada Catedral” e por meio das redes sociais da Paróquia. Eis um momento de profunda evangelização, espiritualidade, comunhão e partilha.

Neste ano de 2021, o nosso festejo tem como tema: Mãe da Vitória e São José compadecei-vos de vossos filhos; e o lema: “Levanta-te, toma o Menino e sua Mãe” (Mt 2,13). Unidos ao Papa Francisco, vamos celebrar o “Ano de São José” e comemorar os 150 anos da declaração do Esposo de Maria como Padroeiro da Igreja Católica.

São José expressou concretamente a sua paternidade ao ter convertido a sua vocação humana “na oblação sobre-humana de si mesmo ao serviço do Messias”. “Depois de Maria, a Mãe de Deus, nenhum santo é mencionado tão frequentemente quanto José, seu esposo”, diz o Papa Francisco. Diante desses testemunhos somos chamados a assumir de forma mais incisiva a necessidade de mais vocações e de estar mais atentos quando o Senhor nos diz “Não fostes vós que me escolhestes; fui eu que vos escolhi e vos designei para dardes frutos e para que o vosso fruto permaneça” (Jo 15,16-17).

Neste Ano de São José, a Carta apostólica “Patris corde – Com coração de Pai” traz os sinais da pandemia da Covid-19, e nos faz compreender a importância das pessoas comuns que exercitam todos os dias a paciência, infundem esperança e semeiam vida e corresponsabilidade, justamente como São José, o homem da presença cotidiana discreta e de poucas palavras. Neste tempo, elevemos a ele nossos pedidos de intercessão para pôr um fim a esta pandemia, que está causando tanto sofrimento e dor em todo o mundo, tanto em termos de vítimas como de doentes, assim como em suas pesadas consequências sociais e econômicas.

Exemplo para os homens de hoje, nele, “Jesus viu a ternura de Deus”, que “nos faz aceitar a nossa fraqueza”. E na obediência a Deus: com o seu ‘fiat’, salva Maria e Jesus e ensina a seu Filho a “fazer a vontade do Pai”, cooperando com o grande mistério da Redenção num protagonismo “corajoso e forte”, que deriva “da fortaleza que nos vem do Espírito Santo”.

Através de São José, é como se Deus nos repetisse: “Não tenhais medo! ”, porque “a fé dá significado a todos os acontecimentos, sejam eles felizes ou tristes”. O acolhimento praticado pelo pai de Jesus “convida-nos a receber os outros, sem exclusões, tal como são”, com “uma predileção especial pelos mais frágeis”. Todo necessitado é “o Menino” que José continua a guardar e de quem se pode aprender a “amar a Igreja e os pobres”.

Honesto carpinteiro, o Esposo de Maria nos ensina também “o valor, a dignidade e a alegria” de “comer o pão fruto do próprio trabalho”. Esta acepção do pai de Jesus oferece ao Papa a ocasião para lançar um apelo a favor do trabalho, que se tornou uma “urgente questão social” em especial, diante do agravar-se do desemprego por causa da pandemia da Covid-19.

É tempo de vocação e missão!!! Convide sua família, seus amigos, seus vizinhos, as pessoas de perto e de longe!!! Venha participar desse momento de oração, partilha, serviço e missão com espírito generoso de comunhão. Que a Mãe da Vitória e São José se compadeçam de toda a sua família!! Que o Senhor abençoe a nossa Igreja e o nosso Brasil!!

Pe. Possidônio Ferreira Barbosa Júnior – Administrador da Paróquia N. S. da Vitória

Pe. John Elves Ferreira Santos – Vigário Paroquial

Equipes organizadoras

 

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts