Liturgia Dominical: “Onde está o Rei dos judeus que acaba de nascer?”

Compartilhe:

EPIFANIA DO SENHOR

Onde está o Rei dos judeus que acaba de nascer?

Por que Deus quis que os magos fizessem uma longa viagem, chegassem a Belém e se ajoelhassem diante de Cristo com uma fé que nem mesmo os “vizinhos” a possuíam? Certamente na história dos magos Deus nos faz conhecer a abertura do seu amor; nos diz que cada povo é esperado e amado por Deus, exatamente como foi predito pelos profetas.

Observemos os magos. Eles procuram! Eles buscam! Eles se apresentam como pessoas abertas, atentas aos sinais de Deus. Revelam-se como pessoas livres de toda arrogância. Os magos vão a Jerusalém e perguntam: “Onde está o Rei dos judeus? Vimos a sua estrela no oriente e viemos para adorá-lo” (Mt 2,2).

Provavelmente os magos conheciam as profecias messiânicas. Os magos haviam coligado o nascimento do Messias a um fenômeno luminoso no céu e eram seguros que a hora havia chegado. Os magos com o dom de uma pequena luz sabem ver de longe, enquanto outros com tanta luz não conseguem enxergar nada.

É preciso colocar-se a caminho! É a coisa mais simples e mais difícil ao mesmo tempo. Notamos que muitas vezes, enquanto a religião não exige nada, muitos dizem sim; mas quando a religião pede um passo, uma decisão, uma mudança de vida muitos dizem não. Mas é bom recordar que uma religião que não indica um caminho, uma direção, uma ação, esta não vem de Deus e não conduz a Deus.

Colocar-se a caminho! Colocar-se a caminho significa ser humilde a ponto de reconhecer a própria pobreza. No entanto, nós muitas vezes nos fechamos em nosso orgulho. Não tem coisa mais terrível que o orgulho, porque a verdeira distância entre o homem e Deus é o orgulho. Os magos vão! Não se cansam de procurar. São os primeiros de uma fila de tantos outros pequenos e humildes, de tantos pobres, de tantas almas sedentas de Deus.

Em Jerusalém Herodes decide matar o menino. Ninguém veio para tomar o seu reinado, ninguém lhe havia declarado guerra. No entanto Herodes declara guerra contra o menino Jesus. E nós! Qual é o caminho que vamos seguir: o de Herodes ou o dos magos?

Deixemos ressoar em nossos ouvidos as palavras do profeta Isaías: “Levanta-te, acende as luzes, Jerusalém, porque chegou a tua luz, apareceu sobre ti a glória do Senhor. Eis que está a terra envolvida em trevas, e nuvens escuras cobrem os povos; mas sobre ti apareceu o Senhor e sua glória já se manifesta” (Is 61,1-2).

 

Dom Edilson Soares Nobre

Bispo Diocesano de Oeiras

 

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts