Itinerário do Advento: A alegria sem medo.

Compartilhe:

Amedrontados com tudo e, com todos, ficamos inseguros em relação à duração e a durabilidade das coisas. Por isso, não nos entregamos por inteiro naquilo que fazemos e queremos. Tudo fica pela metade e, quem sabe, muito superficial, sem sentido e vazio. É, portanto, nos esgota.

Bom mesmo é vencer o medo e abraçar a vida numa relação de alegria, amor e confiança. Porque, esses, são elementos essenciais para uma vida completa, feliz e cheia de perspectiva. Essa é, na verdade, a esperança do evangelho!

A palavra que define a vida no roteiro da esperança do evangelho é ENTUSIASMO.

Mas, o que é mesmo entusiasmo?

Segundo afirma Albuquerque (2009, p 128) a etimologia da palavra vem do grego: Entusiasmo (do grego en + theos, literalmente ‘em Deus’) originalmente significava inspiração divina ou estar tomado pela presença de Deus. Atualmente segundo o dicionário Michaellis (moderno dicionário da língua portuguesa), pode ser entendido como um estado de grande euforia e alegria, refletindo em uma consequente coragem.

O entusiasmo pode portanto ser considerado como um estado de espírito otimista.Mas o entusiasmo é diferente do otimismo. Otimismo significa acreditar que uma coisa vai dar certo. Talvez até torcer para que ela dê certo. Muita gente confunde otimismo com entusiasmo.Um otimista tem pensamento positivo e acredita que uma coisa vai dar certo. Um entusiasta é aquela pessoa que acredita na sua capacidade de transformar as coisas, de fazer dar certo. Entusiasmada é a pessoa que acredita em si. Acredita nos outros. Acredita na força que as pessoas têm de transformar o seu próprio mundo e a sua própria realidade.

Maria é a grande entusiasta do Evangelho.

Na tradição da Igreja, a “arca da Aliança” é Maria, pois ela carregou no seu próprio seio a Palavra encarnada do Pai. Se Maria é a arca, Jesus é, o “Templo” no qual Deus habita e é encontrado. Nesse “Templo” não há o véu que esconde o rosto de Deus, pois Ele é a imagem do Deus invisível (Cl 1,15). Estando diante dele, se está diante de Deus (cf. Jo 14,9).

No evangelho de Lucas 1,26-38, quando dialoga com o anjo, Maria mostra o que é viver com esperança: ela se deixa encher por Deus, fazendo-se sua morada.

“No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia chamada Nazaré. Foi a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José, que era descendente de Davi. E o nome da virgem era Maria.

O anjo entrou onde ela estava, e disse: ‘Alegre-se, cheia de graça! O Senhor está com você!’ Ouvindo isso, Maria ficou preocupada, e perguntava a si mesma o que a saudação queria dizer. O anjo disse: ‘Não tenha medo, Maria, porque você encontrou graça diante de Deus. Eis que você vai ficar grávida, terá um filho, e dará a ele o nome de Jesus. Ele será grande, e será chamado Filho do Altíssimo. E o Senhor dará a ele o trono de seu pai Davi, e ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó. E o seu reino não terá fim.’ Maria perguntou ao anjo: ‘Como vai acontecer isso, se não vivo com nenhum homem?’ O anjo respondeu: ‘O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com sua sombra. Por isso, o Santo que vai nascer de você será chamado Filho de Deus. Olhe a sua parenta Isabel: apesar da sua velhice, ela concebeu um filho. Aquela que era considerada estéril, já faz seis meses que está grávida.  Para Deus nada é impossível.’

Maria disse: ‘Eis a escrava do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra.’ E o anjo a deixou.”

O Advento nos permite um itinerário de fé que vale a pena: viver alegre, com entusiasmo e, sem medo.

 Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts