Imagem Primitiva de Nossa Senhora da Vitória é recebida com festa em Oeiras

Compartilhe:

Na tarde da sexta, 14, véspera da festa da padroeira, chegou a Oeiras a imagem primitiva de Nossa Senhora da Vitória, acompanhada da senhora Valdênia Portela, viúva do Monsenhor Leopoldo Portela e de seu filho Leopoldo Filho, que durante muitos anos foram os guardiões da imagem, bem como responsáveis pelo resgate cultural de tão preciosa obra de arte, datada do século XVII.

A comitiva que trouxe a santa era formada pelos familiares do Monsenhor Leopoldo e pelos técnicos do IPHAN, tendo como superintendente a Drª. Claudiana dos Anjos. A imagem foi recebida no portal da cidade pelas autoridades eclesiásticas e civis, bem como por populares que deixaram o portal em carreata até a Igreja Catedral, onde aconteceu uma cerimônia de entronização.

Estavam presentes nesse ato cívico e religioso, o Prefeito Municipal Lukano Sá, o bispo diocesano dom Juarez Sousa, o Secretário de Estado da Cultura, o deputado Fábio Novo, a presidente do Iphan, Claudiana dos Anjos, Dr. B. Sá, Coordenador de Irrigação do Estado, o Secretário de Cultura Stefano Ferreira, representantes do Conselho Estadual de Cultura, o presidente da Câmara Municipal, Neander Moura, o Pe. João Francisco, pároco de Nossa Senhora da Vitória, Pe. João de Deus, vigário geral da diocese, a família do professor Leopoldo Portela, demais autoridades locais e fieis.

A imagem de Nossa Senhora da Vitória foi recebida com júbilo na Praça das Vitórias. Ao chegar no adro da Igreja, os sinos tocaram e a banda Santa Cecília executou o hino da padroeira. Em seguida dom Juarez e a senhora Valdênia Portela entraram na Igreja, acompanhados peles autoridades e pelo povo, e logo depois deu-se início a cerimônia de acolhimento da imagem com execução do hino do Piauí, fala das autoridades e entoação do Te Deum, pelo Coral Madrigal. Ao término da cerimônia, teve início a Santa Missa da Dedicação da Catedral, celebrada por dom Juarez Sousa e concelebrada pelo clero da diocese de Oeiras.

No encerramento da Santa Missa a imagem foi em procissão até a capela-mor, onde foi colocada em um nicho e naquele ato foi descerrada uma placa alusiva com os seguintes dizeres: “Nossa Senhora da Vitória – Imagem que presidiu – em 02 de março de 1697 a bênção da capela da pioneira freguesia dos ‘Sertões de Dentro do Piauhy’, sobre cujas fundações construiu-se a atual Matriz (1733), Catedral de Oeiras. Reconhecimento da cidade e de seu povo católico à família do professor Leopoldo Portela Barbosa na pessoa da Sra. Valdênia Portela; pelo resgate de tão valioso bem cultural. Memória da Diocese de Oeiras, sendo titular Dom Juarez Sousa da Silva e o Prefeito Municipal Dr. Lukano Sá. Oeiras, 14 de agosto de 2015”.

Em seguida todos se dirigiram para o espaço da quermesse, onde participaram da parte social e cultural do evento e do tradicional leilão de Nossa Senhora da Vitória.

 

DSC00026 (Copy)

DSC00028 (Copy)

DSC00033 (Copy)

DSC00053 (Copy)

DSC00064 (Copy)

DSC00105 (Copy)

DSC00122 (Copy)

 

 

 

 

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts