FELIZES OS QUE ACREDITARAM SEM TER VISTO

Compartilhe:

 

 

“Tomé, chamado Gêmeo, que era um dos Doze, não estava com eles quando Jesus veio. Os outros discípulos disseram para ele: ‘Nós vimos o Senhor.’ Tomé disse: ‘Se eu não vir a marca dos pregos nas mãos de Jesus, se eu não colocar o meu dedo na marca dos pregos, e se eu não colocar a minha mão no lado dele, eu não acreditarei.’

Uma semana depois, os discípulos estavam reunidos de novo. Dessa vez, Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou. Ficou no meio deles e disse: ‘A paz esteja com vocês.’ Depois disse a Tomé: ‘Estenda aqui o seu dedo e veja as minhas mãos. Estenda a sua mão e toque o meu lado. Não seja incrédulo, mas tenha fé.’ Tomé respondeu a Jesus: ‘Meu Senhor e meu Deus!’  Jesus disse: ‘Você acreditou porque viu? Felizes os que acreditaram sem ter visto.’

Jesus realizou diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes sinais foram escritos para que vocês acreditem que Jesus é o Messias, o Filho de Deus. E para que, acreditando, vocês tenham a vida em seu nome” (Jo 20,24-31).

O que esse texto tem a ver conosco: com a nossa vida e com a nossa fé? Em que nós nos parecemos com Tomé? Como repercute, em nossos corações, o que disse Jesus: `felizes os que acreditaram sem ter visto’?

De que depende a fé que você tem? Que provas você precisa para crer? Você precisa de algo que tenha acontecido ou venha a acontecer em sua vida, para crer? Ou precisa de algo que tenha acontecido na vida de Cristo?

Será que o problema da fé está nas provas da fé? Elas são realmente necessárias ou isso é, simplesmente, justificativa para as nossas infidelidades e inconstâncias?

E, se, mesmo com todas as provas em favor da fé, você não apresenta uma fé comprovada? Onde estaria o defeito? Qual seria o problema verdadeiro para a falta de fé? Seria Justo alguém pedir: “Deus, prove o seu poder para que eu acredite em ti”?

A fé é uma fonte inesgotável de possibilidades para a vida humana. Não existe nada mais urgente e necessário, à vida humana, do que a fé. Mas, é preciso saber lidar com a sua lógica.

Enquanto a lógica da fé estiver submetida às contingências desse mundo (isto é, ao ver, ao tocar, ao sentir, ao ter, ao possuir, ao experimentar…), as pessoas estarão sempre insatisfeitas e descrentes. Insatisfeitas porque nada consegue encher o ‘eu quero mais’ de uma multidão incontável de gente sem fé. Descrentes porque, muitos afirmam que não precisam de nada, que bastam a si mesmo, que tudo é fruto, único e exclusivo, dos seus próprios esforços e sacrifícios, que Deus é mera invenção da criatividade humana…

A lógica da fé é, antes de tudo, transcendental, sobrenatural, divina (ou seja, é graça, é confiança, é entrega, é renúncia, é fidelidade, é amor, é humildade, é paciência, é perseverança, é dom).

Pela fé, pode-se crescer à estatura do Cristo: ter os mesmos pensamentos dele, ideais, sensibilidade, sonhos…; pela fé, pode-se fazer os milagres que Jesus fez e, faze-los ainda maiores; pela fé, pode-se, até, ser deus; pela fé, pode-se remover montanhas; pela fé, pode-se amar; pela fé pode-se alcançar uma vida nova; pela fé pode-se perdoar sempre; pela fé pode-se formar comunidade; pela fé, pode-se ressuscitar dos mortos… pela fé, pode-se tudo, em Deus.

Deus provê a fé com sinais, milagres, prodígios e portentos, não porque tenha necessidade disso, mas por causa das fraquezas do ser humano a quem ele quer revelar-se e dar-se como Senhor e Deus.

Se Deus provê a fé com tantos sinais, meios e recursos, o ônus da prova cabe a nós. Somos nós que devemos provar a fé que temos! Aliás, mais do que provar, devemos comprovar que temos fé por meio de palavras, gestos e atitudes.

Está pronto(a) para dar provas de sua fé?

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

QUARESMA: OS TEMPOS MUDARAM!

  O que será que sobrou das nossas quartas-feiras de cinzas: Lembranças?  Saudades? Tradição? Medo? Dúvida? Apreensão? Será que toda essa história de quarta-feira de

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts