Enfrentar e vencer a decepção

Compartilhe:

A confiança é um elo sagrado, na relação entre as pessoas. Quando quebrada, fica difícil reestabelece-la porque, nasce com esta quebra, um intransponível abismo da decepção. A decepção fere o corpo e a alma e cria um estado de prostração de morte porque, atinge a relação amor-confiança.
Não raras vezes, somos tomados por uma ou mais formas de decepção!
Quando a decepção acompanha uma pessoa será muito difícil ela erguer a cabeça, novamente, com tranquilidade e esperança. Principalmente quando esta decepção vem acompanhada de reiteradas mentiras da parte de quem trouxe a decepção. Não basta somente o tempo porque, uma sensação de morte acompanha a decepção. Um desabamento de tudo se projeta diante do decepcionado. Parece que não tem mais jeito. Parece que tudo acabou.
O que fazer com a decepção? Como a decepção é um sentimento que afeta a relação amor-confiança é preciso, antes de mais nada, demarcar o campo e o agente da decepção para que a generalização não tome conta de tudo o que a vida construiu com demoras. Toda generalização é burra. Mas, o sentimento não sabe disso. Uma decepção por, exemplo, como pessoas referenciais para a vida, pode levar à generalizada decepção com todas as pessoas referenciais. Uma decepção com alguém da comunidade pode, desproporcionalmente, levar à decepção com a comunidade. Uma decepção com um membro da família pode desabilitar uma relação com família inteira. Uma decepção com um agente social, político ou religioso pode, em cascata, alimentar uma decepção com tudo o que o que representa tais agentes.
Para curar a decepção é preciso refazer a relação amor-confiança. Somente Deus é perfeito e, perfeito em tudo! Somente em Deus o amor, a confiança, a esperança… e, tudo é completo… nada decepciona. Porque não há variação em Deus e nem fases de mudanças, Ele é o mesmo, sempre, sem deixar de agir pontualmente nas circunstâncias de cada pessoa. As pessoas não são perfeitas: são limitadas, são finitas, são humanas. Ao mesmo tempo que, as pessoas são amáveis, lindas, atraentes, boas, amigas… não mantêm a palavra, não guardam segredo, não poupam a língua, não vigiam as atitudes, não pesam os gestos, não medem os comportamentos…
Qual o problema em questão?
O problema é que, a nossa relação com as pessoas é de endeusamento, de tronos e status e, pessoas são humanas; simplesmente humanas. Por isso, nos decepcionamos com pequenas e grandes coisas. Mas, a bem da verdade, decepção é algo natural. A situação crítica é quando levamos a decepção ao limite da frustração e do nojo. Quando deixamos os sentimentos da decepção tomar conta do nosso coração, do nosso afeto… caímos no perigo do suicídio contra o amor e a confiança pessoal; em outras palavras, acabamos por nos enterrar num buraco bem fundo e, lá permanecemos, cabisbaixos, em nome de nada.
Qual a saída quando a decepção tomou conta do coração?
Manter o foco: Lembrar que a vida não depende de alguém, de uma situação, de uma condição etc. A vida depende de Deus que nos mantém com o seu sopro vital (cf. Gn 2,7) e que nos mantém em suas mãos, como que tatuados (Is 49,14).
Buscar o discernimento: “Não se amoldem às estruturas deste mundo, mas transformem-se pela renovação da mente, a fim de distinguir qual é a vontade de Deus: o que é bom, o que é agradável a ele, o que é perfeito” (Romanos 12,2)
Aprender a dar graças, em tudo: “Fiquem sempre alegres no Senhor! Repito: fiquem alegres! Que a bondade de vocês seja notada por todos. O Senhor está próximo. Não se inquietem com nada. Apresentem a Deus todas as necessidades de vocês através da oração e da súplica, em ação de graças” (Filipenses 4,4-6).
Querer viver em paz: “…tire a roupa de luto e de aflição e vista para sempre o esplendor da glória que vem de Deus. Vista o manto da justiça de Deus e ponha na cabeça a coroa gloriosa do Eterno, pois Deus mostrará o esplendor de você a todos os que vivem debaixo do céu. Deus dará para você um nome para sempre: Paz-da-Justiça e Glória-da-Piedade” (Baruc 5,1-4).

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts