ENCURTANDO DISTÂNCIAS

Compartilhe:

Deus está, sim, nas alturas e é lá, nas alturas, que nós o encontramos.

Enquanto, porém, nossa noção de altura estiver reduzida ao que está acima das nuvens ou por detrás delas, nossa distância de Deus continuará sendo abissal; o acesso que teríamos às coisas do alto, como possibilidade de estar em Deus e com Deus, seria praticamente impossível; o encontro com Deus seria raro e dependendo, antes de tudo e quase que exclusivamente, de sua descida cotidiana até nós; o alcance de suas promessas viria, quem sabe, de uma vida angelical, irrepreensível e moralmente impecável. Quem chegaria até Deus?

A experiência da fé nos ensina que, alcançar as alturas, onde Deus está, é mais do que escalar um lugar alto ou projetar-se para cima, para além de si e dos outros, num ufanismo solitário e altaneiro. Não. Na fé a gente aprende que o alto alcança-se descendo, no mesmo movimento da kénosis de Jesus, como nos ensina são Paulo, em Filipenses 2,6-11:

“Tenham em vocês os mesmos sentimentos que havia em Jesus Cristo: Ele tinha a condição divina, mas não se apegou a sua igualdade com Deus. Pelo contrário, esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de servo e tornando-se semelhante aos homens. Assim, apresentando-se como simples homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz! Por isso, Deus o exaltou grandemente, e lhe deu o Nome que está acima de qualquer outro nome; para que, ao nome de Jesus, se dobre todo joelho no céu, na terra e sob a terra; e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.”

Não somos nós que subimos, mas, é Deus quem nos eleva. Toda ascensão humana sem a ajuda de Deus é um desastre. Diga-se de passagem, não temos condições de subir sem esbarrar nos outros, sem deixar muitos para trás, feridos e machucados, sem desprezar, sem maltratar e sem desdenhar ou pisar em alguém. Que o diga a morte de Abel, a torre de babel.

Deus é Emanuel! Está conosco por ser próximo, por criar pontes, por encurtar as distâncias para encontrar-se com ele e com os outros. Ele armou sua tenda entre nós. Desceu. Ocupou espaço. Encarnou-se Fez-se gente…

O exercício de descida combina com a atitude de humildade e conversão que arrasta a pessoa para valores próprios de quem desce porque, em toda a história da fé, vemos Deus, sempre, num movimento de descida.

Para subir, nós precisamos descer! Nenhuma exaltação será nossa porque, toda glória pertence a Deus. É ele quem nos humilha e nos exalta.

No evangelho de Mateus encontramos um grande discernimento:

“Jesus falou às multidões e aos seus discípulos: ‘Os doutores da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. Por isso, vocês devem fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imitem suas ações, pois eles falam e não praticam. Amarram pesados fardos e os colocam no ombro dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo. Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Vejam como eles usam faixas largas na testa e nos braços, e como põem na roupa longas franjas, com trechos da Escritura. Gostam dos lugares de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas; gostam de ser cumprimentados nas praças públicas, e de que as pessoas os chamem mestre. Quanto a vocês, nunca se deixem chamar mestre, pois um só é o Mestre de vocês, e todos vocês são irmãos. Na terra, não chamem a ninguém Pai, pois um só é o Pai de vocês, aquele que está no céu. Não deixem que os outros chamem vocês líderes, pois um só é o Líder de vocês: o Messias. Pelo contrário, o maior de vocês deve ser aquele que serve a vocês. Quem se eleva será humilhado, e quem se humilha será elevado’” (Mt 23,1-12).

Nossa meta de fé deve ser o de fazer o caminho na presença de Deus numa atitude de descida, encurtando distâncias.

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria

LEIA MAIS

DEUS É MISSÃO!

Deus não cessa de comunicar o seu amor e de revelar-se, por inteiro, sem reservas. Sua pedagogia é a da aproximação e da presença. Ele

LEIA MAIS

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria