Dom Edilson Soares Nobre celebra Missa Solene de Pentecostes na Catedral de Oeiras.

Compartilhe:

A manhã do domingo (19 /05/24), foi marcada por uma atmosfera diferente, pois é dia de Pentecostes. Celebração na qual o Espírito Santo, desce sobre os apóstolos de Jesus, cinquenta dias após a Páscoa. Ao receberem o poder do Espírito Santo encheram-se de coragem para anunciar o evangelho.

Dom Edilson, em sua homilia, ressaltou que Jesus, antes de deixar o mundo, previne os discípulos do risco do cansaço, do medo, da rotina. A nossa vida não pode ser rotina nem na Igreja e nem no trabalho que é feito em favor do povo ; que nossa vida e nossa missão não sejam uma mera rotina. Jesus Cristo, diz ” mandarei o Espírito Santo, para nós dar força, coragem, entusiasmo, para vencer a rotina”. Hoje recordamos o cumprimento desta promessa feita por Jesus, é a Festa de Pentecostes, uma festividade belíssima, ápice do Tempo Pascal, cinquenta dias de festa culminando com este dia, Domingo de Pentecostes. Seguiu falando que a narrativa do episódio de pentecostes da primeira leitura, que os discípulos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas e todos ficaram confusos, porque não compreendiam o que estava acontecendo. A presença do Espírito fazia com que todos os que o recebiam falassem em todas as línguas. Ressaltou que devemos compreender que se trata do mesmo Espírito Santo, pelo o qual o amor de Deus foi derramado em nossos corações. Aquele mesmo Espírito que permanece entre nós, pelo o qual fez os apóstolos se sentirem impulsionados a seguirem em missão.

A Paróquia vivenciou as nove noites de Novena do Divino, em preparação para a Festa de Pentecostes. A família patrocinadora da festa é Martins Barbosa que durante o ano inteiro teve a imagem do Divino em sua casa, fazendo o mesmo se tornar um Santuário. A nova família que receberá a imagem do Divino será a família da imperatriz Rayane , que passará a cuidar e zelar pela imagem, e assim abrir as portas de sua casa para a visitação dos fiéis do Divino Espírito Santo.

Ao término da celebração a imagem retorna para a casa da família Martins e na missa de encerramento a imagem passará para a nova família. Esse momento é tomado de muita emoção pelos familiares de ambos e por todo o povo que se faz presente nesta celebração. Após o momento final Dom Edilson, deu a benção e a procissão seguiu para para o santuário.

Texto: Dalva Carvalho

   

Posts Relacionados

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria