Dom Edilson Nobre preside missa dos Santos Óleos na Igreja Catedral de Oeiras- Piauí

Compartilhe:

Sem a presença física dos fieis e em torno do altar do Senhor, reuniram-se, na Igreja Catedral Nossa Senhora da Vitória, o bispo da diocese de Oeiras, dom Edilson Nobre, e parte do clero diocesano, na manhã desta segunda-feira, 06/04/2020, para participar da Missa dos Santos Óleos, também conhecida como Missa da Unidade ou Missa do Santo Crisma. Nessa missa foram bentos os Santos Óleos que serão utilizados durante todo o ano pelos sacerdotes para ungir os fieis, na consagração de sacerdotes e altares. A Liturgia da Igreja privilegia três óleos, chamando-os de “Santos Óleos”: Óleo dos enfermos, Óleo dos catecúmenos e Óleo do Santo Crisma. Ainda nessa celebração os sacerdotes fizeram a renovação das promessas sacerdotais.

Na reflexão, Dom Edilson Nobre disse “que enquanto sacerdotes não devem ficar tristes em ver as Igrejas fisicamente vazias, devem se  fortalecer e incentivar os fieis a ficar em casa, pois esta é a hora de ver, sentir compaixão e cuidar deles; enfatizou a importância da comunicação da Igreja neste momento critico vivenciado no mundo, no cuidado com as transmissões pois deve-se manter viva a fé e o sentido de pertença eclesial, finalizou falando que pela ação do Espirito Santo somos chamados para recuperar à vida”.

Após a reflexão, foi feita a renovação das promessas sacerdotais, onde os sacerdotes repetem as mesmas palavras que disseram no dia de sua ordenação. Essa cerimônia é muito importante para mostrar que a Igreja é uma e com o bispo, o padre é membro fundamental dela, assim como reinflamar o ardor da vocação nos nossos padres e diáconos para que sejam firmes na tarefa dada por Deus.

Os Santos Óleos têm caráter sacramental.  O Óleo dos Catecúmenos concede a força do Espírito Santo aqueles que são ungidos para que possam ser lutadores de Deus, ao lado de Cristo, contra o Espírito do mal.  O Óleo dos Enfermos é um sinal sensível utilizado pelo sacramento da Unção dos Enfermos, que traz o conforto e a força do Espírito Santo para o doente no momento de seu sofrimento. O doente é ungido na fronte e na palma das mãos.

O Santo Crisma é um óleo perfumado utilizado nas unções consacratórias dos seguintes sacramentos: depois da imersão nas águas do batismo, o batizado é ungido na fronte; na Confirmação é o símbolo principal da consagração, também na fronte; depois da Ordenação Episcopal, sobre a cabeça do novo bispo; depois da ordenação sacerdotal, na palma das mãos do neo-sacerdote. Também é usado em outros ritos consacratórios, como na dedicação de uma Igreja, na consagração de um altar, quando o Santo Crisma é espalhado sobre o altar e sobre as cruzes de consagração que são colocadas nas paredes laterais das igrejas dedicadas (consagradas). Em todos estes casos, o Santo Crisma recorda a vinda do Espírito Santo.

Os Santos Óleos serão distribuídos para todas as Paróquias e Áreas pastorais da Diocese de Oeiras.

Em tempos de pandemia somos convidados ficar em casa e assistir  as celebrações ao vivo, através dos variados  meios de comunicação, como radio, fan page, instagram. A orientação para todas as igrejas é seguir as autoridades de saúde, e evitar aglomerações, para coibir a proliferação do coronavirus (COVID-19), diante disso, as famílias viverão a Semana Santa em suas casas. Acessem e acompanhe todas as celebrações ao vivo: @pascomoeiras; @paroquiadavitoriaoeiras; facebook.com/paroquiadavitoriaoeiras.

FOTOS: Pascom Diocesana e Pascom Paróquia Nossa senhora da Vitória

    

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts