Dom Edilson Nobre admite à Ordem Sacra o primeiro candidato ao Diaconato Permanente

Compartilhe:

Acolhendo o pedido do senhor Gutemberg Cavalcante Rocha, o Bispo da Diocese de Oeiras, Dom Edilson Nobre, o admitiu solenemente à Ordem Sacra nesta sexta-feira, 29.10.2021, por ocasião da novena de Nossa Senhora do Rosário em Oeiras. Este é primeiro passo vocacional na caminhada ao Diaconato Permanente. A Celebração foi presidida por Dom Edilson Nobre e concelebrada pelos padres: João de Deus, Rogério Nascimento, Juvenal Soares, José Francisco da Silva, José Pereira, SDB e Adenildo Godoy e Benedito Macedo..

 

O Concílio Ecumênico Vaticano II, em 1964, aprovou a seguinte resolução: “O Diaconato permanente poderá ser restaurado como um grau próprio e permanente da hierarquia. Pode ser conferido a homens de idade mais madura, mesmo casado” (LG, nº 74). Havia séculos que os Diáconos eram apenas ordenados como um passo para a ordenação presbiteral.  O último Concílio sintetizou as funções dos Diáconos assim: “Fortalecidos com a graça sacramental, os Diáconos servem ao povo de Deus  na diaconia  da liturgia, da palavra e da caridade em comunhão com o Bispo e seu Presbitério” (LG, 29). Diaconia significa serviço. Por isso o carisma e a espiritualidade do Diácono é ser sinal sacramental de “Cristo Servo”. Assim contribui para a realização duma Igreja servidora e pobre (Puebla, nº 697). A presença dos Diáconos permanentes na Igreja, ao lado de tantos outros ministérios do povo de Deus, contribui para um melhor atendimento pastoral dos fiéis, para uma evangelização mais eficaz, porque feita por pessoas inseridas nas comunidades e pelo exercício mais partilhado do poder sagrado na Igreja. Em síntese, para uma Igreja em comunhão e participação (CNBB – Dom Aloísio Sinésio Bohn).

 

      Dom Edilson Nobre em sua homilia, ressaltou que “Nosso Senhor Jesus Cristo deu-nos este preceito: «Pedi ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe». Conhecendo, portanto, a solicitude do Senhor para  com seu rebanho e considerando a necessidade da Igreja, ele se sente preparado para responder generosamente,  ao Senhor que o chama: «Eis-me aqui; enviai-me». Confiante no Senhor no qual deposita a esperança de ser fiel à sua vocação”; pela Ordem Sagrada será  encarregado de prosseguir no mundo a missão salvadora desempenhada pelo Cristo”.

O ritual aconteceu após a homilia onde, o bispo convidou o candidato à frente para confirmar o desejo de receber, oportunamente, a ordenação diaconal. O bispo acolheu, em nome da Igreja, o propósito, inspirado por Deus.

       A Diocese de Oeiras se alegra imensamente por este filho, primeiro candidato ao Diaconato Permanente. Voltemos nossas orações por ele, para que exerça dignamente esse serviço com fidelidade a Santa Mãe Igreja. E que Cristo Bom Pastor o renove cada dia no serviço, na alegria e na perseverança neste tempo formativo. Que a Mãe do Rosário, modelo de seguimento a Jesus Cristo, caminhe ao seu lado lhe incentivando a ser mais discípulo missionário em nossa Igreja particular de Oeiras.

 

A Celebração Eucarística seguiu todos os protocolos de saúde exigidos para o atual momento.

FOTOS: Cláudio Fernandes

 

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts