DEUS NOS DEU SUA PALAVRA!

Compartilhe:

 

A palavra tem poder de vida e de morte, como espada de dois gumes! Porque “a palavra é o princípio de qualquer obra, e antes de agir, é preciso refletir” (Eclo 37,16).

Saber falar é sabedoria e saber escutar é vida longa!

Num tempo em que a palavra perdeu sua força, afirmar a Palavra de Deus, significa, antes de tudo recuperar a nossa. Nem sempre somos de palavra! Não raras vezes falamos e não fazemos! Falamos e não assumimos! Diz o ditado que, “quem fala demais dá bom dia ao cavalo”. Olha o perigo: “O homem falador é o terror da cidade; quem não sabe controlar a palavra será detestado” (Eclo 9,18).

Nossa atitude frente a palavra nem sempre é tão responsável e consequente, porque a falta de discernimento impede que usemos a palavra certa, na hora certa e do jeito certo. Além do mais, o excesso na palavra enterra o necessário silêncio e a omissão na palavra produz o emudecimento. “Portanto, tomem cuidado com a murmuração inútil, e evitem a maledicência. Mesmo secreta, a palavra não fica sem consequências, e a boca mentirosa mata a alma” (Sb 1,11).

Nem tanto ao mar, nem tanto a terra é preciso que aprendamos a hora, o tempo e o momento da palavra: saber falar e saber calar! “Não deixe de falar no momento oportuno, e não esconda a sua sabedoria, porque é pelo falar que se reconhece a sabedoria, e é pela palavra que se percebe a instrução. Não contradiga a verdade, mas envergonhe-se de sua própria ignorância” (Eclo 4,23-25).

Para sermos pessoas de palavra, precisamos ser pessoas da Palavra! Restauremos a ordem das coisas; o movimento da palavra e nossa relação com ela. Ao mesmo tempo, conheçamos a Jesus Cristo como a Palavra das palavras.

Jesus não é simplesmente uma ideia, uma teoria, uma ideologia, uma doutrina para a cabeça. Jesus é uma pessoa. Jesus é Palavra-Pessoa que precisamos conhecer para sermos pessoa-palavra.

Conhecendo melhor a Jesus, nossa palavra não terá mais efeito de morte em nós, mas efeito de vida, como diz Paulo: “Eu vivo, mas já não sou eu que vivo, pois é Cristo que vive em mim. E esta vida que agora vivo, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gl 2,20).

Jesus é a Palavra do Pai. Ele foi enviado ao mundo para que o poder criador da Palavra, no Gênesis, “faça-se”, fosse restabelecido. Em Jesus, o mundo é recriado! “A tua palavra todo-poderosa veio do alto do céu, do teu trono real, como guerreiro implacável, e se atirou sobre uma terra condenada ao extermínio. Ela trazia, como espada afiada, a tua ordem sem apelação” (Sb 18,15).

É por causa da fé que a Palavra ganha força em nós. E por Revelação da Palavra que encontramos o fundamento do projeto de Deus que se desenvolve ao longo da nossa história: “Nos tempos antigos, muitas vezes e de muitos modos, Deus falou aos antepassados por meio dos profetas. No período final em que estamos, falou a nós por meio do Filho. Deus o constituiu herdeiro de todas as coisas e, por meio dele, também criou os mundos. O Filho é a irradiação da sua glória e nele Deus se expressou tal como é em si mesmo. O Filho, por sua palavra poderosa, é aquele que mantém o universo. Depois de realizar a purificação dos pecados, sentou-se à direita da Majestade de Deus nas alturas. Ele está acima dos anjos, da mesma forma que herdou um nome muito superior ao deles” (Hb 1,1-4).

Quando se aprende a dominar a palavra, a vida alcança novos horizontes. Por isso, “Mantenha a palavra dada e seja fiel com o próximo, e em qualquer momento você encontrará o que precisa” (Eclo 29,3).

Quer conhecer Jesus, Palavra-Pessoa? Leia a Bíblia!

 

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

QUARESMA: OS TEMPOS MUDARAM!

  O que será que sobrou das nossas quartas-feiras de cinzas: Lembranças?  Saudades? Tradição? Medo? Dúvida? Apreensão? Será que toda essa história de quarta-feira de

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts