DEUS É TRINDADE! PAI E FILHO E ESPÍRITO SANTO

Compartilhe:

 

Todas as coisas são Mistério!

Esta é a expressão mais bonita e a visão mais profunda que podemos ter em nosso viver.  Mistérios da vida! Mistérios da fé!

Os Mistérios da Fé vão de encontro aos Mistérios da Vida porque estão interligados; se intercomunicam. Nada há de contraditório entre ambos porque encontram sua origem e fonte no único e verdadeiro Mistério do Deus Trindade.

Não se fala de mistério para indicar coisas inatingíveis, inacessíveis ou incompreensíveis. Não! Fala-se de mistério, a respeito de realidades que escapam à mente e a inteligência humana. Têm verdade e não precisam de provas; têm sentido e não carecem de explicações; têm significado e não esperam justificativas; têm atualidade e não precisam demonstrações. Os mistérios não são dados à cabeça, para a limitada compreensão intelectual. Os Mistérios são dados à existência, em todas as suas formas e expressões: cabeça, corpo, mente, espírito, afeto, psique, sentimentos…

Porque são dados à existência, os mistérios precisam de entendimento. Isso significa que precisamos emprenhar todo nosso ser nesta procura, sem presunção, preconceito e orgulho. Assim diz Jesus: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos” (Mt 11,25).

Deus é Mistério!

O Mistério da Santíssima Trindade é o que dá a compreensão sobre Deus, suas ações e promessas. Deus é Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo.

A teologia chama a atenção para o seguinte discernimento: para entender o Mistério da Trindade, convém compreender bem a unidade indissolúvel da natureza divina. Com um Deus e três pessoas?

“Deus é essencialmente um e único. Ele não poderia, de modo algum, ser vários deuses, como há vários homens. Quem diz Deus, está dizendo: poder, sabedoria infinita, bondade… por essência. Se pudesse haver vários deuses, cada um deles seria limitado por algum lado; nenhum seria Deus. Logo, só pode haver um Deus.

Dizendo que só há um Deus, entende-se que a natureza divina é essencialmente una (indivisível), e que ela não pode se multiplicar entre várias pessoas diferentes umas das outras. A natureza humana, por exemplo, se multiplica tantas vezes quantos são os indivíduos que a possuem. Tomemos dois homens: eles têm cada um a natureza humana e é por isso que são homens; mas a natureza de um não é a natureza do outro, são dois homens diferentes.

Em Deus, a natureza divina não se multiplica assim, ela não pode se multiplicar assim e, no entanto, sendo essencialmente una em si mesma, ela é comum a três Pessoas distintas. O Pai possui a natureza divina, o Filho a possui, o Espírito Santo a possui; e é a mesma e única natureza nos três. Assim, o Pai, o Filho e o Espírito Santo não são três deuses, mas um só Deus. Se eles fossem três deuses, haveria três naturezas divinas; ora, não pode haver mais do que uma.

Essa natureza única não é dividida entre as três Pessoas, como se cada uma possuísse um terço; ela é inteira em cada, como a natureza humana é inteira em cada homem. O mistério consiste justamente nisso: que a natureza divina é inteira em cada uma das três Pessoas sem ser, por isso, multiplicada ou triplicada.

Uma santa italiana, Santa Clara de Montefalco, meditou muito sobre o mistério da Santíssima Trindade. Depois de sua morte achou-se no seu fígado três bolinhas iguais. Essas bolinhas tinham algo em particular: cada uma delas pesava tanto quanto as três juntas. Que se pesasse uma, duas ou três, era sempre o mesmo peso. Uma imagem impressionante da Santíssima Trindade! Tome uma Pessoa divina: a natureza divina está toda nela. Tome duas Pessoas divinas: ela está toda nas duas. Tome todas as três, ela está toda nas três, mas tanto nas três quanto em uma só, como a bolinha que não pesava mais quando as três juntas ou quando uma só separada.”

Quando acolhemos o mistério como mistério, damos a todas as coisas, uma nova realidade, cujo sentido está todo em Deus, que é fonte e origem de todas as coisas.

Em Deus, que é Mistério, todas as coisas são mistério!

 

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

EM 2022, REDESCUBRA-SE!

  Não é preciso fazer nenhuma pesquisa ou estatística para saber que o tempo é, sempre, referido como a principal justificativa dos problemas e dificuldades

LEIA MAIS

REVISÃO DE VIDA

  O ‘ano que vem’ não está longe. Pelo contrário, 2022 está ai! Tudo o que fazemos deve passar, sempre, por avaliação. Avaliar é preciso

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts