DAR PREFERÊNCIA… A CRISTO!

Compartilhe:

 

Dar preferência é, antes de tudo, um exercício de liberdade que coloca uma pessoa em posição de escolha frente a tudo nesse mundo. Diversos são os elementos e critérios que levam alguém a preferir isso e não aquilo; esse e não aquele… De um modo geral, a subjetividade humana, marcada pelo ético (bom), estético (belo), religioso (moral), transcendente (divino), cultural (valores)… identifica e elege “os objetos” de sua preferência.

Dar preferência é, não só um direito, mas, uma descoberta, uma eleição, uma consagração, um poder que emerge do indivíduo, frente à possibilidade de escolha.

O comerciário, para cativar o cliente que comprou em seu estabelecimento ou usou os seus serviços, e não outro, faz questão de estampar em suas embalagens ou placas, o indispensável: “Obrigado pela preferência!”

O legislador de trânsito, para disciplinar o fluxo de veículos de uma via de pouco movimento para uma via mais densa, indica em placa: “Dê a preferência!”

No Evangelho de Lucas, o Cristo decreta: “Se alguém vem a mim, e não dá preferência mais a mim que ao seu pai, à sua mãe, à mulher, aos filhos, aos irmãos, às irmãs, e até mesmo à sua própria vida, esse não pode ser meu discípulo” (Lc 14,26).

O que, afinal, significa isso? O que o Cristo quer dizer?

Exatamente o que está expresso no versículo: dar preferência a ele em relação a tudo; concretamente em relação ao seu pai, à mãe, à mulher, aos filhos, aos irmãos, às irmãs, e até mesmo à sua própria vida. Só assim alguém reúne condições para ser seu discípulo!

Por que preferir Jesus?

Porque, preferir Jesus não significa excluir, mas, priorizar; pôr em destaque; pôr em primeiro lugar: “Ouça, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor! E ame ao Senhor seu Deus com todo o seu coração, com toda a sua alma, com todo o seu entendimento e com toda a sua força”  (Mc 22,29b-30).

Porque preferir Jesus é realizar-se, verdadeiramente, no amor. Ora, quem não experimenta o amor de Deus; quem não se deixa amar, não amará de verdade o pai, a mãe, a mulher, os filhos, os irmãos, as irmãs, e, nem mesmo a sua própria vida! “Com efeito, Moisés ordenou: ‘Honre seu pai e sua mãe’. E ainda: ‘Quem amaldiçoa o pai ou a mãe, deve morrer’. Mas vocês ensinam que é lícito a alguém dizer a seu pai e à sua mãe: ‘O sustento que vocês poderiam receber de mim é Corbã, isto é, consagrado a Deus’. E essa pessoa fica dispensada de ajudar seu pai ou sua mãe. Assim vocês esvaziam a Palavra de Deus com a tradição que vocês transmitem” (Mc 7,10-13).

Porque preferir Jesus é a condição para ser seu discípulo. De fato, ser discípulo é “ter os mesmos sentimentos que havia em Jesus Cristo” (Fl 2,5). É assumir a cruz: “Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo” (Lc 14,27). É arriscar tudo: “Pedro começou a dizer a Jesus: ‘Eis que nós deixamos tudo e te seguimos.’ Jesus respondeu: ‘Eu garanto a vocês: quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, filhos, campos, por causa de mim e da Boa Notícia, vai receber cem vezes mais. Agora, durante esta vida, vai receber casas, irmãos, irmãs, mãe, filhos e campos, junto com perseguições. E, no mundo futuro, vai receber a vida eterna.’” (Mc 10,28-31).

Porque preferir Jesus é dar sentido à vida: “Veja: hoje eu estou colocando diante de você a vida e a felicidade, a morte e a desgraça. Se você obedecer aos mandamentos de Javé seu Deus, você viverá e se multiplicará. Todavia, se o seu coração se desviar e você não obedecer, é certo que vocês perecerão! Hoje eu tomo o céu e a terra como testemunhas contra vocês: eu lhe propus a vida ou a morte, a bênção ou a maldição. Escolha, portanto, a vida, para que você e seus descendentes” (Dt 30,15-19).

Porque preferir Jesus é ser salvo: “Vou salvar quem quer ser salvo” (Sl 12,6).

Você já pensou por que preferir Jesus?

Não pense em vantagens, como pensam os utilitaristas de Deus. Pense numa vida completa e realizada: “Em Cristo vocês têm tudo de modo pleno” (Cl 2,10).

Dê preferência ao Cristo!

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

A AMIZADE DE DEUS

  Nosso Senhor, o Verbo de Deus, que primeiro atraiu os homens para serem servos de Deus, libertou em seguida os que lhe estavam submissos,

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts