Comunidade católica participa da solene Vigília Pascal na Igreja Catedral

Compartilhe:

Comunidade católica participou no Sábado Santo, 19 de abril, da solene Vigília Pascal, que teve início no adro da Igreja Catedral, com a bênção do Fogo Novo. Em seguida dom Juarez Sousa, bispo diocesano, proferiu o anúncio da Páscoa e toda a comunidade fez a renovação das Promessas batismais. A Catedral de Nossa Senhora da Vitória aos poucos foi tomada pelos fieis que participaram com muito entusiasmo de mais uma importante cerimônia da Semana Santa em Oeiras. A celebração foi presidida pelo Bispo dom Juarez, pelo Pe. Kleyton Vieira, pároco da catedral, Pe. José Francisco e Pe. João Francisco, vigários paroquiais.

No Sábado Santo, conhecido como sábado do silêncio litúrgico, com a chegada da noite, entramos no coração das celebrações da Semana Santa. É a hora da Grande Vigília, a Vigília Pascal, que Santo Agostinho chamava a Mãe de todas as Vigílias.

A Liturgia da Vigília Pascal é riquíssima e divide-se em quatro partes: A Liturgia da Luz, durante a qual se acende o Círio Pascal e a Benção do Fogo, que simbolizam o Cristo morto e ressuscitado; a Liturgia da Palavra: com cinco leituras de trechos do Antigo Testamento, intercalados de salmos e orações, através dos quais a Igreja medita sobre os actos poderosos de Deus na história da salvação da humanidade; a Liturgia Batismal: recorda-se que, desde os primeiros séculos da Igreja, o Baptismo esteve sempre intimamente ligado à Páscoa. Os catecúmenos recebem sacramentalmente as graças da Morte e da Ressurreição de Cristo, quando toda a Igreja celebra o memorial desses atos redentores. E é naturalmente a melhor das ocasiões para toda a congregação cristã renovar os seus próprios votos baptismais; e a Liturgia Eucarística: somos sacramentalmente reunidos a Cristo vivo e ressuscitado, fazendo nossa a Páscoa do Senhor. É o clímax natural da Liturgia Pascal.

Os altares da Igreja Catedral estavam todos decorados com flores, velas, toalhas e peças sacras de prata, sinalizando que Jesus ressuscitou. No momento do Glória, o coral madrigal entoou o cântico glorificando ao Deus Uno e Trino, e nesse momento os sinos da velha igreja, sinetas, campainhas e instrumentos voltaram a tocar, anunciando que Jesus Ressuscitou. Momento de muita alegria compartilhado por todos os fieis.

A celebração teve início às 22h e terminou à meia noite com o abraço festivo da páscoa.

 

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts