Clero da Diocese de Oeiras celebra Missa do Crisma na Igreja Catedral

Compartilhe:

Nesta segunda-feira (03), às 18h, uma procissão de padres que compõe a Diocese de Oeiras e o bispo Diocesano, Dom Edilson Nobre, se reuniram na Igreja Catedral de Nossa Senhora da Vitória, para celebrar a Santa Missa do Crisma com Benção dos Santos Óleos e Renovação das Promessas Sacerdotais.

Durante esta celebração, se abençoa o óleo dos Catecúmenos, dos Enfermos e se consagra o Óleo do Santo Crisma.
Nela também se renovam as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação, expressando a comunhão diocesana em torno do Mistério Pascal de Cristo, constituindo um momento forte de comunhão eclesial, de participação intensa nas comunidades e de valorização dos Sacramentos da vida da Igreja.

Dom Edilson, ressaltou que a celebração da Benção dos Santos Óleos denominada Missa do Crisma, acontece uma vez ao ano. A orientação litúrgica é que este evento aconteça na manhã da Quinta-Feira Santa ou, por razões particulares, em dias próximos a este. Na Diocese de Oeiras, por razões convencionais, é prática habitual realizar na segunda-feira da Semana Santa, já desde alguns anos.

Como de costume, será consagrado o Santo Crisma e benzer os óleos do Batismo e Unção dos Enfermos. Com o Santo Crisma consagrado são ungidos os recém- batizados e são marcados com o sinal na cruz os que vão ser confirmados; são ungidas também as mãos dos presbíteros e a cabeça dos Bispos por ocasião da ordenação, bem como as Igrejas e os altares na sua dedicação. O Óleo dos Catecúmenos será abençoado e disponibilizado para o Batismo daqueles que serão inseridos na vida da Comunidade Católica. O Óleo dos Enfermos, uma vez abençoado servirá como possibilidade de alívio e de cura para os fiéis enfermos que recebem o Sacramento da Unção.

O sentido de renovar as promessas sacerdotais: significa renovar para reaquecer o coração, voltar à fonte e preservar o entusiasmo pelo exercício do ministério que a Igreja lhe confiou. Aliás, um ministério muito especial reservado apenas a alguns que foram tirados do meio do povo para assegurar a continuidade da Igreja, sobretudo, na administração dos sacramentos, função que lhes são próprias.

Continuou falando que os clero não pode negligenciar nas atribuições que são confiadas a cada um, pois, somente eles podem realizá- las. Não podem deixar que o cansaço os absorva. Obviamente que não estão sozinhos neste barco. O povo de Deus vai junto, mas precisa ser guiado e espera encontrar nos mesmo: ânimo, iniciativa, condução, articulação, direcionamento, responsabilidade, criatividade, proatividdade, discernimento, determinação, juízo e, o mais importante: testemunho de santidade.

Dom Edilson lembrou a todos que no dia primeiro de abril, o mesmo completou seis anos de permanência na Diocese. Um potiguar que se tornou piauiense. Que seu propósito, desde o primeiro instante em que chegou é o mesmo: garantir a unidade na Igreja Diocesana, com espírito eclesial, sentimento paterno, fraterno e filial ao mesmo tempo; nutrindo na prática cotidiana a vivência do lema escolhido para o seu ministério episcopal: “Em tudo a caridade”. Nem sempre é fácil, pois, somos desafiados pelos nossos próprios limites. No entanto, nas horas mais críticas, quando as noites traiçoeiras nos surpreendem com a escuridão das incertezas, de forma sutil, serena e incisiva, sempre tem surgido a luz da providência Divina.
Concluiu exortando que sigamos os passos do Bom Jesus. Mantenhamos os nossos corações ardentes, como fizeram os discípulos de Emaús ao sentirem a presença do Cristo Ressuscitado. Que os nossos pés estejam sempre firmes no caminho para realizar a missão; não importa se houver poeira, lama o causticante sol do Piauí. Estejamos prontos e encorajados como nossa Mãe, Maria Santíssima, a Virgem da Vitória: “Eis a serva do Senhor, faça- se em mim segundo a vossa palavra”.

Após a missa, os padres retornam para suas paróquias e levam o óleo para a prática dos sacramentos.

Por Dalva Carvalho

 

     

Posts Relacionados

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria