Assembleia discute tema central, questões conjunturais do Brasil e o documento 105 da CNBB

Compartilhe:

O 2º dia de Assembleia Regional de Pastoral, começou às 7hs com a Oração da Manhã conduzida pela Equipe Diocesana de Floriano (PI).

Às 9hs começou um debate sobre a conjuntura brasileira, conduzida pelo jurista Marcelo Mascarenhas. Sob uma visão jurídica e eclesial analisaram o processo de impeachment no qual culminou com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, a crise migratória que está acontecendo no mundo, disse “Não estão procurando melhores condições de vida, estão procurando vida”. E essa crise se fundamenta numa crise econômica. Por fim, analisaram as questões das desigualdade sociais e a governabilidade brasileira.

O Coordenador de Pastoral da Diocese de Mariana (MG), Pe. Geraldo Martins, falou sobre a Igreja e alguns desafios da realidade e o tema central da 26ª Assembleia Regional de Pastoral do Regional Nordeste 4, “Misericórdia, Justiça e Paz”, disse “Temos que tornar a misericórdia algo palpável, através da justiça uma realidade que seja universal, para todos. E através da paz se torne algo real, concreto e realizado”.

A oração da tarde, foi presidida pela Equipe Diocesana de Campo Maior(PI), administrada pelo Pe. Duarte.

O bispo auxiliar de Parnaíba (PI), Dom Juarez Sousa, levou à tona um dos temas prioritários da assembleia “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade – Sal da Terra e Luz do Mundo”. O texto foi aprovado pelo episcopado brasileiro durante a 54ª Assembleia Geral da CNBB, ocorrida em abril, em Aparecida (SP). De acordo com o bispo coadjutor e vice-presidente do Regional Nordeste 4, o Documento 105 segue a metodologia Ver, Julgar e Agir e divide-se em três capítulos, sob a perspectiva de afirmação dos cristãos leigos e leigas como verdadeiros sujeitos eclesiais. Citando o marco histórico eclesial da comunidade da vida dos cristãos leigos e leigas. O documento lança um olhar a partir do Concílio Vaticano II.

Durante a tarde foram montados 6 grupos para estudos e avaliação da assembleia.

Missa Eucarística

A Santa Missa Eucarística celebrada às 18:30, foi presidida por Dom Juarez, bispo coadjutor de Parnaíba (PI) e concelebrada por Dom Alfredo Schaffler, bispo de Parnaíba (PI). Na homilia, Dom Alfredo abordou a história do cobrador de impostos, que na época era considerado pecador e lembrou-se da misericórdia de Jesus para com o cobrador. E indagou a Igreja “Até que ponto nos deixamos sugar por este mundo?” Segundo o bispo, no momento de reflexão sobre a assembleia questionou leigos e leigas, bispos, padres e diáconos “Qual é o rosto da nossa Igreja? Nós somos mais para o mundo ou para Deus? A misericórdia deve ser a grande meta na nossa vida. Ela é exatamente o que queremos”.

A Oração da Noite foi conduzida pela Equipe diocesana de São Raimundo Nonato (PI), sob orientação de seu bispo, Dom Eduardo Zielski.

Fonte:  http://cnbbne4.org.br/

 

 

 

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts