Aliança com Deus acontece, antes, no coração

Compartilhe:

 

Qualquer tratado, contato, acordo e similar requer, sempre, a assinatura de, pelo menos dois lados interessados e duas testemunhas. Uma vez assinado, o documento tem valor de Lei. Por isso, o desrespeito ou descumprimento de qualquer uma das obrigações assumidas, quando não resolvidas pelo diálogo, poderá levar o inadimplente, por força da lei, diante do juiz e ficará passível de punições conforme a gravidade da inadimplência.

Por muito tempo, em minha infância, ouvi falar de contrato de fio de bigode que, era aquele combinado onde a assinatura era a palavra honrada pelas partes, sem necessidade de papel e formalidades. Segundo tal contrato, palavra dada era palavra irrevogável.

A experiência da fé tem, na aliança com Deus, o modelo de pacto não das letras e das formalidades, mas, da aliança inscrita no coração, pressupondo não apenas o conhecimento dos direitos e obrigações envolvendo as partes mas, antes de tudo, o conhecimento mútuo daqueles que firmam um acordo juntos. Esta foi, sempre, a estratégia e metodologia de Deus durante toda a História da Salvação, na primeira e na segunda aliança, até o momento presente.

Assim está escrito: “Eis que chegarão dias – oráculo de Javé – em que eu farei uma aliança nova com Israel e Judá: Não será como a aliança que fiz com seus antepassados, quando os peguei pela mão para tirá-los da terra do Egito; aliança que eles quebraram, embora fosse eu o Senhor deles – oráculo de Javé. A aliança que eu farei com Israel depois desses dias é a seguinte – oráculo de Javé: Colocarei minha lei em seu peito e a escreverei em seu coração; eu serei o Deus deles, e eles serão o meu povo. Ninguém mais precisará ensinar seu próximo ou seu irmão, dizendo: ‘Procure conhecer a Javé’. Porque todos, grandes e pequenos, me conhecerão” (Jr 31,31-34).

Aliança com Deus se realiza quando acolhemos a sua lei no coração e nas entranhas, isto é, profundamente, não apenas exteriormente. A prática religiosa deve colaborar para que, o que professa a fé esteja disposto a assumir livremente esta transformação interior e verdadeira. O profetismo bíblico indica-nos o caminho de conhecimento de Deus, decretando o vazio de uma religiosidade imposta, meramente exterior ou mesmo de fachada.

Na segunda aliança, Deus vai ao extremo do transbordamento do coração o mistério da cruz: antes, durante e depois da crucifixão.

Toda a vida de Jesus é, por si mesma, a revelação do verdadeiro rosto de Deus como Pai e, por isso, muitos vêm de longe, rompem barreiras, superam o medo… para ouvir, tocar sentir e ver a Jesus.

No evangelho de João 12,20-33, encontramos uma narrativa surpreendente onde gregos, em romaria para as festas, buscavam conhecer Jesus por meio dos discípulos. O conjunto do texto é uma verdadeira maravilha: Entre os que tinham ido à festa para adorar a Deus, havia alguns gregos. Eles se aproximaram de Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, e disseram: ‘Senhor, queremos ver Jesus.’ Filipe falou com André; e os dois foram falar com Jesus. Jesus respondeu para eles, dizendo: ‘Chegou a hora em que o Filho do Homem vai ser glorificado. Eu garanto a vocês: se o grão de trigo não cai na terra e não morre, fica sozinho. Mas se morre, produz muito fruto. Quem tem apego à sua vida, vai perdê-la; quem despreza a sua vida neste mundo, vai conservá-la para a vida eterna. Se alguém quer servir a mim, que me siga. E onde eu estiver, aí também estará o meu servo. Se alguém serve a mim, o Pai o honrará”

De fato, o mistério da cruz, simbolizado pelo grão de trigo e anunciado pela elevação do Filho do homem, é um evento fecundo que gera frutos de vida nova e de novos cristãos. A cruz é também o julgamento do mundo: ser de Cristo é servir a ele, servindo com ele. Ser discípulo de Jesus implica compartilhar com ele a imensa liberdade de si mesmo, estando disponível para o serviço como expressão da autodoação que gera frutos de vida. Porque a aliança com Deus acontece, antes de mais nada, no coração.

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts