AINDA HÁ TEMPO!

Compartilhe:

Enquanto o relógio trabalha, as horas ganham pernas e não se deixam prender; o tempo passa e não volta mais!

Enquanto gastamos o tempo com certas inutilidades, imaginando que temos, ainda, o dia de amanhã, jogamos fora o momento presente e as muitas oportunidades.

Enquanto vivemos amargurados com as frustrações do passado, enchemos a vida de medo e sufocamos os outros com nossas cobranças pesadas.

Enquanto não nos perdoamos por erros e pecados, só respiramos intolerâncias, culpando-nos e procurando culpados.

Enquanto nos enchemos de coisas para fazer, para não perder tempo, é ai que o tempo se perde e acabamos com a nossa paz; buscando correr contra o tempo que, nunca é suficiente, vivemos sempre atrasados, tornando-nos mais ineficientes.

O tempo não tem piedade, cumpre-se e faz cumprir, não obstante os lamentos! O tempo não deforma seu ritmo mesmo que o relógio não o agüente!

O tempo é exato e preciso mesmo com os fusos e os retardos da lua e do sol! O tempo é tão demorado e paciente como é intensamente veloz! Haja tempo!

O tempo foge de nós porque não é cúmplice das nossas demoras! Devemos nos reconciliar com o tempo cronos para encontrar o tempo kairós.

O tempo cronos é relógio e calendário: são segundos e dias, são horas e meses, são anos e séculos, são épocas e eras. Cronos é necessário, como medida, porque estamos submetidos às leis do tempo e do espaço.

O tempo kairós é momento oportuno: são pessoas, acontecimentos, experiências, descobertas… são luzes ou trevas, perdas ou ganhos, alegrias ou tristezas, amigos ou inimigos… Kairós é fundamental, como graça, porque nossa vida é dom de Deus. E, para entender e aceitar os propósitos de Deus é preciso mais que um relógio e um calendário.

A Sagrada Escritura tem muito a dizer sobre o tempo que a fé nos permite:

Ecle 3,1: “Debaixo do céu há momento para tudo, e tempo certo para cada coisa.”

Ecle 3,11: “Tudo o que ele (Deus) fez é apropriado para cada tempo. Também colocou o senso da eternidade no coração do homem.”

Sl 90,10: Setenta anos é o tempo da nossa vida, oitenta anos, se ela for vigorosa. E a maior parte deles é fadiga inútil, pois passam depressa, e nós voamos.

Eclo 18,26: Entre o amanhecer e a tarde, o tempo muda, e tudo é passageiro diante do Senhor.

Ecl 9,11: Não é o mais veloz que ganha a corrida, nem é o mais forte que vence na batalha. O pão não é para os mais sábios, nem as riquezas para os mais inteligentes, nem o favor para os mais cultos, porque tudo depende do tempo e do acaso.

Pr 23,9: Não perca tempo falando com nenhum insensato, porque ele vai desprezar suas palavras sábias.

Eclo 27,12: Meça o tempo quando estiver entre os insensatos, mas demore-se quando estiver entre os sábios.

Eclo 2,2: Tenha coração reto, seja constante e não se desvie no tempo da adversidade.

Ecl 11,6: De manhã, semeie a sua semente, e de tarde não dê descanso à sua mão, porque você não sabe qual das sementes irá brotar, se esta ou aquela, ou se as duas serão boas.

O que você acha de tudo isso? Tem alguma coisa a ver com você? O que você pretende fazer? O que você precisa mudar?

A vida é curta e o tempo é breve, mas, ainda há tempo! Não se preocupe com tudo o que você deve fazer ou com tudo o que você deve mudar, apenas, comece tomando iniciativas. Não deixe para amanhã, o que você deve fazer hoje.

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

ESCOLHER A MELHOR PARTE

    Todos nós temos uma grande dificuldade de lidar com decisões, escolhas, opções, prioridades. Talvez porque, nem sempre, temos claro o que queremos. Sim!

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

ESCOLHER A MELHOR PARTE

    Todos nós temos uma grande dificuldade de lidar com decisões, escolhas, opções, prioridades. Talvez porque, nem sempre, temos claro o que queremos. Sim!