A sabedoria é a maior riqueza?

Compartilhe:

O maior ignorante é aquele que pensa que sabe tudo, insiste em viver e usar a sua ignorância, como sabedoria irreprovável e quer convencer a todos de sua douta e genial sabedoria. Coitado! Esse tal é um orgulhoso inveterado; um fracasso anunciado. Não tem condições de viver uma vida verdadeira e autêntica.

A sabedoria é, sempre, humilde e nunca se arroga do que sabe porque, todo e qualquer conhecimento, todo e qualquer saber, toda e qualquer descoberta, toda e qualquer ciência… é uma construção multipessoal, fruto da interação, da partilha, da convivência, do interrelacionamento, da reciprocidade, da cumplicidade, da entrega, da doação, da oferta e do repasse milenar entre as gerações.

A sabedoria é a maior riqueza enquanto agrega conhecimento e vida. Fora disso é opulência, opressão, desmando e prevaricação da verdade.

Somente Deus é sabedoria pura e dele emana todo o conhecimento e, portanto, todo poder e riqueza.

A história de Salomão parece ilustrar bem esta compreensão.

Retomemos o texto bíblico!

“O rei foi a Gabaon para oferecer sacrifícios, porque esse lugar alto era o mais importante de todos. E Salomão ofereceu mil holocaustos sobre esse altar. Em Gabaon, durante a noite, Javé apareceu em sonhos a Salomão. Deus lhe disse: ‘Peça. O que lhe posso dar?’ Salomão respondeu: ‘Tu demonstraste grande amor para com o teu servo Davi, meu pai, porque, diante de ti, ele caminhou na fidelidade, na justiça e na retidão de coração para contigo. Tu guardaste para com ele esse grande amor e lhe deste um filho que hoje se assenta no trono dele. Agora, Javé meu Deus, és tu que fazes teu servo reinar no lugar de meu pai Davi. Eu sou bem jovem e não sei como governar. O teu servo se encontra no meio do teu povo que escolheste, povo numeroso que não se pode contar nem calcular, de tão grande que é. Ensina-me a ouvir, para que eu saiba governar o teu povo e discernir entre o bem e o mal. Pois quem poderia governar esse teu povo tão numeroso?’

Agradou ao Senhor que Salomão tivesse pedido essas coisas. Então Deus disse para ele: ‘Porque você pediu isso, e não vida longa para você, nem riquezas, nem a morte de seus inimigos, mas discernimento para ouvir e julgar, eu farei o que você pediu. Darei a você mente sábia e inteligente, como ninguém teve antes de você e ninguém terá depois. Eu lhe darei também o que você não pediu: riqueza e fama, de modo que não haverá nenhum rei que se iguale a você, durante toda a sua vida. E se você andar nos meus caminhos, observando meus estatutos e mandamentos, como fez o seu pai Davi, eu lhe darei vida longa’.

Então Salomão acordou e percebeu que tudo isso tinha sido um sonho. Foi para Jerusalém e ficou diante da arca de Javé. Em seguida, ofereceu holocaustos, sacrifícios de comunhão e deu para toda a sua corte um banquete” (1Rs 3,4-15).

Lembra-nos o livro dos provérbios que, de fato: “O temor de Javé é o princípio do saber, porém os idiotas desprezam a sabedoria e a disciplina” (Pr 1,7)

Se queremos a sabedoria peçamo-la a Deus porque, “De fato, é Javé quem dá a sabedoria, e da sua boca vêm o conhecimento e o entendimento. Ele reserva a sensatez para os retos. Ele é escudo para os que se comportam com integridade. Ele vigia as trilhas do direito, e guarda o caminho de seus fiéis. Então você entenderá a justiça e o direito, a retidão e todos os caminhos da felicidade. Porque a sabedoria virá ao seu coração, e você terá gosto no conhecimento. A reflexão guardará você, e o entendimento o protegerá, para livrá-lo do mau caminho e do homem que fala com perversidade; dos que abandonam o trilho certo para seguir caminhos tenebrosos; dos que se alegram com a prática do mal e se satisfazem com a perversidade; dos que seguem trilhas tortuosas e caminhos desviados” (Pr 2,6-15).

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts