60ª AG CNBB: Regional Nordeste 4 elege presidência para o quadriênio 2023-2027

Compartilhe:

Foi eleita, nesta quarta-feira (26 de abril), durante a 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a nova presidência do Regional Nordeste 4. O arcebispo metropolitano de Teresina, dom Juarez Marques, foi reeleito presidente e o bispo de Campo Maior, dom Francisco de Assis, reeleito vice-presidente. O bispo de Oeiras, dom Edilson Soares Nobre, foi eleito secretário.

Dom Juarez Marques Sousa da Silva

Dom Juarez Sousa da Silva nasceu no interior do município de Barras, hoje município de Cabeceiras do Piauí (PI), no dia 30 de junho de 1961. Cursou o ensino fundamental nas escolas Olímpio e Gervásio Costa, em sua cidade natal, e o ensino médio, no Curso Técnico Tradutor e Intérprete no seminário da Assunção, em Jacarezinho (PR), fez bacharelado em Filosofia e Teologia no seminário Maior Sagrado Coração de Jesus, em Teresina (PI), é graduado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestre em História Eclesiástica pela Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma.

Foi ordenado diácono no dia 10 de julho de 1993, na catedral de Santo Antonio, em Campo Maior (PI); Presbítero, em 19 de março de 1994, na matriz Nossa Senhora da Conceição, em Barras (PI); sagrou-se bispo em 17 de maio de 2008, na catedral Nossa Senhora da Vitória, em Oeiras (PI), onde exerceu seu ministério episcopal até ser transferido para a Diocese de Parnaíba como bispo coadjutor.

No dia 6 de janeiro de 2016, a Nunciatura Apostólica no Brasil fez conhecer que o papa Francisco nomeou dom Juarez Sousa da Silva como bispo coadjutor da Diocese de Parnaíba (PI), transferindo-o da sede episcopal de Oeiras (PI). Ao ser nomeado coadjutor, dom Juarez passaria a ser o próximo bispo diocesano de Parnaíba, fato ocorrido no dia 24 de agosto do mesmo ano, por ocasião da acolhida da renúncia de dom Alfredo Schaffler. O bispo assumiu como seu lema episcopal: Ut vitam habeant, “Para que tenham vida” (Jo 10,10), que expressa a finalidade de sua missão.

Exerceu as seguintes funções anteriores ao episcopado: administrador da paróquia de São José, em Altos (PI), de 1994 a 1996; vice-reitor e administrador do seminário maior Sagrado Coração de Jesus, de 1996 a 1998 e diretor do Instituto Católico de Estudos Superiores do Piauí (ICESPI), de 2002 a 2008. Foi membro da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e bispo referencial da Comissão Nacional de Presbíteros, no período de 2016 a 2019.

Em 04 de janeiro de 2023, o papa Francisco nomeou dom Juarez 8º arcebispo metropolitano de Teresina, após pedido de renúncia apresentado por dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho. No dia 25 de fevereiro, toma posse em celebração realizada na catedral de Nossa Senhora das Dores, sendo o primeiro bispo piauiense a assumir o governo da Arquidiocese de Teresina.

Dom Francisco de Assis Gabriel dos Santos

Paraibano, natural da cidade de Esperança, Dom Francisco nasceu no dia 05 de Fevereiro de 1968, em uma família simples com forte influência católica, sendo o terceiro filho de sete irmãos.

Sua formação religiosa e acadêmica foi toda recebida no Brasil. Em 1994 formou-se em Filosofia pelo Instituto Teológico e Pastoral, e em 1999, formou-se no grau de bacharel em Teologia pelo Instituto Teológico São Paulo, com diploma pelo Instituto Santo Anselmo, de Roma. Sua Ordenação Sacerdotal aconteceu em sua terra natal, no dia 22 de julho de 2000.

Em 2010 concluiu o curso de Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, chegando a produzir programas de rádio, entre eles, o “Caminhos da Fé”, da Rádio Olinda (PE) e a publicação “Dom Helder Abrindo Caminhos”.

Em 2017, atuando como vice provincial dos Redentoristas em Recife e pároco na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Garanhuns (PE), veio a ser nomeado pelo papa Francisco como novo bispo da Diocese de Campo Maior, no dia 21 de junho. No dia 30 de setembro de 2017, dom Francisco é empossado 3º bispo da Diocese de Campo Maior sucedendo dom Eduardo Zielski, atual bispo de São Raimundo Nonato.

Dom Edilson Soares Nobre

Natural de Touros (RN), monsenhor Edilson nasceu em 9 de maio de 1965. Ingressou no Seminário de São Pedro, em Natal, em 1984. Cursou Filosofia no Seminário e na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Cursou Teologia no Seminário, concluindo em 1990. Foi ordenado sacerdote em 6 de abril de 1991, na catedral metropolitana de Natal, pelo então arcebispo, Dom Alair Vilar Fernandes de Melo.

Nestes 25 anos de sacerdócio, desempenhou várias funções na Arquidiocese de Natal: de 1991 a 1992, vigário paroquial de São Paulo Apóstolo, em São Paulo do Potengi; de 1992 a 1998, pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Lajes; de 1996 a 1998, administrador da Paróquia de São Paulo Apóstolo, em Pedro Avelino; de 1998 a 2005, pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Macau; entre 2000 e 2001, administrador da Paróquia de São João Batista, em Pendências; de 2008 a 2011, administrador da Paróquia da Imaculada Conceição, em Nova Cruz, e, de 2011 a 2012, pároco da mesma paróquia.

Entre 2005 e 2007, cursou bacharelado em Comunicação Social, na Universidade Pontifícia Salesiana, em Roma. Outras funções também foram desempenhadas por ele, neste período. De 2000 a 2005, foi representante do clero, na Comissão de Presbíteros, no Regional Nordeste 2, da CNBB, e coordenador arquidiocesano da Pastoral Presbiteral. De 2009 a 2011, foi vigário episcopal para o clero, na Arquidiocese de Natal, e de 2008 a 2011, assistente eclesiástico da Pastoral da Comunicação.

Desde 2012, era vigário geral e coordenador do Setor de Comunicação, na Arquidiocese de Natal. De 2012 a fevereiro de 2016, também foi colaborador da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Neópolis. Em fevereiro de 2016, foi criada a Paróquia de Santana, no bairro de Capim Macio, zona sul da capital, sendo ele o primeiro pároco, função que desempenhou até 11 de janeiro de 2017, quando foi nomeado bispo da Diocese de Oeiras (PI), pelo Papa Francisco. Em 01 de abril do mesmo ano toma posse com bispo de Oeiras.

Texto: Ryan Andrade (NE 4) com informações da Arquidiocese de Teresina e das Dioceses de Oeiras e Campo Maior/ Fotos: Jaison (Sul 4)

 

FONTE:  https://cnbbne4.org.br/60a-ag-cnbb-regional-nordeste-4-elege-presidencia-para-o-quadrienio-2023-202/

Posts Relacionados

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

APRESENTADOS POR DEUS A NÓS MESMOS!

  Quem sou eu? Com esta pergunta básica-fundamental nos colocamos diante da existência, como seres únicos e irrepetíveis; nos afirmamos, como pessoa, diante de uma