Compartilhe:

“tu vens, tu vens, eu já escuto os teus sinais” Foi com jubilo que recebemos no dia 17 de maio a notícia que seriamos guardiões da imagem do Divino Espírito Santo. Revelava-se naquele instante um segredo até então guardado por mim aos meus familiares, ficou nítido que o Espírito Santo soprou forte e escolheu tia Sândala Viana, mas conhecida por nós sobrinhos e amigos como tia Sandra. Sim! Ela foi escolhida pela Espírito Santo. Com essa escolha o Espírito Santo nós deixa a mensagem de que não existe Divino de rico ou Divino de pobre, mas o Divino do povo de Deus. Nossa família há muitos anos tem uma intima relação com o Paráclito, ele já vive em nossa casa, faremos agora dela apenas o seu santuário. A partir de agora a morada dos Viana, a casa de vó Mundica, é mais do Divino do que nossa, estamos em estado de graça por abrigarmos tão ilustre hóspede, a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. No leito de nossa humildade, não temos sobrenome tradicional, não temos nem ouro, nem prata, mas trazemos o que foi plantado em nossos corações, a fé.

Ainda não sabemos mensurar a nossa alegria, temos toda uma história de devoção ao Divino Espírito Santo, ele bem sabe de nossas vidas, alegrias e desafios para nos fazermos pessoas dignas e respeitadas. O Divino escolheu a nossa morada, nos dando a oportunidade de sermos mais igreja e mais fraternos.

Em Oeiras terra onde tudo vira história, estamos aqui fazendo história, a tradicional festa do Divino Espírito Santo de Oeiras de origem lusitana, terá a partir de agora a marca afrodescendente da família do velho Leônidas Viana, negro lá de São José do Peixe, mas que quisera fazer a sorte em Oeiras, onde educou e criou seus filhos. Vovô jaz, mas a sua devoção ao Divino Espírito Santo é sem dúvida uma de nossas maiores heranças.

Fomos escolhidos agora, mas há dez anos esperamos por esse dia, nesse tempo todo, fomos alternando os nome dos netos, e esse ano no dia 16 de maio aniversario de tia Sandra, resolvi inovar e colocar o seu nome. Mulher humilde que traz em sua história o desafio de vencer na vida frente a tantos grilhões. Diante a sua história e nossas relações familiares escolhemos como tema uma prece: “Divino Espírito santo, pai dos humildes, nos conduza na missão de semear fraternidade e promover a paz”.

Por fim com o coração cheio de esperança por dias melhores, rogo a Deus que o Espírito Santo faça morada no coração de cada um de nós. E contamos com a visita de cada um de vocês em nossa casa, para que juntos e irmanados na mesma fé possamos rezar e agradecer a deus por nossas vidas.

Espírito Santo iluminai-nos.

Júnior Vianna

100_7012 (Copy)

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts