Tradicionais cerimônias de fé e religiosidade marcam a Quinta-Feira Santa em Oeiras

Compartilhe:

Uma tradição que acontece secularmente na Primeira Capital do Piauí, destino turístico e religioso do Brasil. As cerimônias tiveram início no final da tarde dessa quinta, 24, com a Missa da Ceia do Senhor na Igreja Catedral, memória da Instituição da Eucaristia, onde aconteceu a Cerimônia do Lava-pés e a Transladação do Santíssimo Sacramento. Às 21h, os fieis participaram da Procissão do Fogaréu, reservada aos homens, que percorreram as vias públicas do centro histórico de Oeiras, carregando lamparinas rústicas movidas a querosene.

A Missa da Ceia do Senhor foi presidida por dom Augusto Alves da Rocha, bispo emérito de Floriano, e concelebrada pelo Pe. João Francisco, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Vitória, pelo vigário paroquial Pe. José Francisco e pelo Pe. Carlos Danilo, da diocese de Picos, que proferiu o Sermão do Fogaréu.

Com a missa da Ceia do Senhor na Igreja Catedral de Nossa Senhora da Vitória, teve início o tríduo pascal, em preparação para a celebração da Páscoa do Senhor. Durante a missa, doze homens da comunidade representaram os apóstolos de Cristo, vestidos com trajes da época tiveram seus pés lavados pelo bispo dom Augusto Rocha, na cerimônia do Lava-pés, um gesto de humildade e serviço, a exemplo de Jesus. Encerrando a santa missa, os fieis acompanharam a transladação do Santíssimo Sacramento, onde Jesus Eucarístico foi depositado numa urna na Capela do Santíssimo, ficando para adoração das 19h à meia noite. Grupos de oração e religiosas se revezaram de hora em hora, louvando e orando diante de Jesus Sacramentado.

Enquanto as mulheres, grupos de oração e escolas locais estavam concentradas dentro da Igreja Catedral participando da adoração a Jesus Eucarístico, os homens reunidos na Praça das Vitórias, percorreram as ruas de Oeiras, na Procissão do Fogaréu. Uma manifestação de fé que faz alusão aos soldados romanos que foram em busca de Jesus para prendê-lo para em seguida ser crucificado. Milhares de romeiros participaram da tradicional procissão e acompanharam o sermão do Fogaréu proferido pelo Pe. Carlos Danilo, da diocese de Picos, que eloquentemente, emocionou a todos com sua reflexão.

Encerrando a procissão e o sermão do Fogaréu, os fieis adentraram a Igreja Catedral para também prestarem sua homenagem, diante do Santíssimo Sacramento.

 

20160324_174457 (Copy)

20160324_175912 (Copy)20160324_182726 (Copy)

20160324_181844 (Copy)

20160324_174309 (Copy)

20160324_185522 (Copy)

20160324_205955 (Copy)

20160324_211157 (Copy)

20160324_214554 (Copy)

20160324_210422 (Copy)

20160324_221134 (Copy)

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts