Solenidade de Corpus Christi é celebrada na Catedral de Nossa Senhora da Vitória em Oeiras

Compartilhe:

Nesta quinta-feira, 29/05/2024, às 16h, na Catedral de Nossa Senhora da Vitória, num espírito de veneração para com a Santíssima Eucaristia as três paróquias: Nossa Senhora da Vitória, Sagrada Família e Nossa Senhora do Rosário, se reuniram para juntas celebrarem a Solenidade de “Corpus Christi”.
A palavra Corpus Christi, vem da língua latina e tem como significado: Corpo de Cristo. É uma festa que celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia.

A Santa Missa, foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Edilson Soares Nobre e concelebrada pelo Pe. Rogério Nascimento, pároco da Catedral, Pe. Wellington Rodrigues, vigário paroquial da Catedral, Pe. João de Deus, pároco da Paroquia Sagrada Família, Pe. Benedito Silva, pároco da Paroquia Nossa Senhora do Rosário, Pe. José Francisco, Pe. Pereira, vigário paroquial da Sagrada Família, seminarista Welson e o Diácono Gutemberg da Rocha.

Na homilia, Dom Edilson, ressaltou que a Eucaristia é ” fonte e ápice de toda a vida cristã “. “Os demais sacramentos, assim como todos os ministérios eclesiásticos e tarefas apostólicas, ligam-se à Sagrada Eucaristia e a ela se ordenam, pois a Santíssima Eucaristia contém todo o bem espiritual da igreja, a saber, o próprio Cristo, nossa Páscoa “. Seguiu falando as várias denominações, a riqueza inesgotável deste sacramento exprime-se nos diversos nomes que lhe são atribuídos: Eucaristia- porque é ação de graças a Deus evoca as obras de Deus: criação, redenção e santificação; Ceia do Senhor- pois se trata da ceia que o Senhor fez com seus discípulos na véspera de sua paixão, e da antecipação da ceia das bodas do Cordeiro, na Jerusalém celeste Fração do Pão – porque este rito, próprio da refeição judaica, foi utilizado por Jesus, quando abençoava e distribuía o pão como presidente da mesa, sobretudo por ocasião da última Ceia; Assembleia Eucarística- porque a Eucaristia é celebrada na assembleia dos fiéis, expressão visível da Igreja; Memorial da Paixão e Ressurreição do Senhor  santo sacrifício- porque atualiza o único sacrifício de Cristo Salvador e inclui a oferenda da Igreja. Igualmente: santo sacrifício da Missa, sacrifício de puro e santo, pois realiza e supera todos os sacrifícios da Antiga Aliança Santa e divina liturgia- porque toda a liturgia da Igreja encontra seu centro e sua expressão mais densa na celebração deste sacramento. É denominada ainda Celebração dos Santos Mistérios ou Santíssimo Sacramento, por ser o Sacramento dos Sacramentos. Com igual denominação designam-se as espécies eucarísticas, guardadas no tabernáculo/sacrário; Comunhão- porque, por este sacramento, nos unimos a Cristo que nos torna participantes do seu Corpo e do seu Sangue, para formamos um só corpo. Denomina- se ainda: pão dos anjos, pão do céu, remédios de imortalidade, viatico… Santa Missa- porque a liturgia, na qual se realizou o mistério da salvação, termina com o envio dos fiéis ( ” missio”, envio) para que cumpram a vontade de Deus em sua vida cotidiana. O milagre da Eucaristia é contínuo. Em cada Missa que participamos dá-se a transformação da carne em hóstia (“isto é meu corpo”) e do vinho em sangue (“isto é o meu sangue”).

Dom Edilson, concluiu dizendo, que depois de participarmos do sacrifício da Santa Missa, somos chamados a manifestar publicamente a nossa fé na Eucaristia, percorrendo algumas ruas de nossa cidade. As três paróquias reunidas, em sinal de unidade, junto ao seu bispo, seus padres e as comunidades de fé que as integram. Manifestamos para o mundo o que significa Jesus Cristo para nós e o quanto a Eucaristia pode nos transformar, realizando verdadeiros milagres que geram conversão, cura, vida nova, união, perdão, respeito mútuo e tantas outras possibilidades, pois, a ação de Deus é imprevisível, é imensurável e é surpreendente. Viva Cristo, caminho verdade e vida, o Pão da Alegria descido do céu!

Após a Missa, seguiu a procissão até a igreja de Nossa Senhora do Rosário, onde Dom Edilson deu a benção com o Santíssimo Sacramento.

Por Dalva Carvalho

Posts Relacionados

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria