Dom Edilson Participa de missa e mesa redonda na Semana de Comunicação arquidiocesana

Compartilhe:

Referencial da comunicação no Regional Nordeste IV, Dom Edilson Nobre presidiu na noite da última segunda-feira (07), a missa de abertura da Semana Arquidiocesana de Comunicação. A celebração aconteceu no Centro Pastoral Paulo VI no auditório Monsenhor Mateus e teve a presença do diácono Isaías Pereira Vigário geral da Pastoral da Comunicação – PASCOM – de Teresina, do Padre Julielmo Marques Castelo Branco pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima e de Cristiane Pinheiro, coordenadora de comunicação de Arquidiocese.

Seguida de uma mesa redonda, a missa teve o olhar atento do público presente. A mensagem do Papa Francisco para o 52° Dia Mundial das Comunicações foi o centro das abordagens. Nela o Pontífice faz um alerta sobre o egoísmo, sentimento apontado por ele como capaz de distorcer a comunicação e a verdade, em prol de um bem individual ou coletivo.

A temática abordada no evento este ano é “Fake News e Jornalismo de Paz”. O mundo está vivendo o fenômeno das Fakes News, que em português significa notícias falsas. As notícias falsas constituem informações infundadas que contribuem para gerar e alimentar uma forte polarização das opiniões.  O objetivo da Semana de Comunicação é incentivar a discussão sobre o assunto, além de valorizar a produção dos agentes junto à comunidade paroquial.

Em sua homilia, Dom Edilson destacou a importância de preparar aqueles que colaboram com o pastoreio para ajudar nas dioceses, paróquias, congregações e institutos. “Somos constantemente chamados a olhar a realidade como se apresenta, a refletirmos e a darmos uma resposta sempre atual com base no Evangelho, aplicando-a nas novas ‘praças de evangelização’ e com os novos meios disponíveis”, disse.

Ainda em sua fala Dom Edilson ressaltou que “quem comunica evangeliza. E nós cristãos temos algo muito precioso em nossas mãos que é levar a adiante o Evangelho de Jesus Cristo. E a medida que vamos desempenhando esse papel estamos evangelizando, daí essa estreita relação entre as duas palavras: comunicar e evangelizar. Pois, à medida que vamos comunicando o Evangelho a gente vai evangelizando. Por isso que a gente começa a entender e à Igreja cabe trabalhar e aprofundar esse tema da comunicação como algo essencial. Afinal, uma Igreja que não comunica deixa de ser evangelizadora”.

A partir do público presente a ideia é que estes levem para seu local de trabalho, grupos, movimentos, serviços e paróquias as discussões e partilhas que foram ofertadas durante o momento. “Portanto, pedimos a Deus que nos auxilie e nos conduza para que nos coloquemos a serviço da Palavra, a fim de comunicarmos aquilo que o Senhor Jesus Cristo nos pede, sempre com mais profissionalismo, zelo, atenção e fidelidade”, pontua Cristiane.

A Semana Arquidiocesana de Comunicação segue até o dia 11 de maio.

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts