DEUS É PAI COM JEITO DE MÃE

Compartilhe:

 

A relação umbilical da mãe com o filho é, desde o ventre, a expressão máxima da intimidade. A mãe é, para o filho, mais do que um banco de sangue no extremo do cordão umbilical, para lhe garantir a sobrevivência e o crescimento. A mãe é matriz, é fonte, é ninho… é provedora, é genitora. Um pai nunca será mãe, mas, se não se “engravidar” junto com a mãe dos seus filhos, nunca será um pai completo. O pai levará o filho dentro de si e, o gestará não no útero, mas no coração. Aquele que, também, é genitor por natureza e que, herda ao filho suas características bio-genéticas, é pai-mãe por decidir no coração.

Deus é Pai, mas, resolveu ser, também, mãe do seu povo. Essa intenção de sua Vontade Paterna se manifestou por uma relação de proximidade tão grande, que só uma mãe pode ter, relação esta reconhecida, vivida e desejada por seu povo.

O mandamento bíblico “Honre seu pai e sua mãe, como Javé seu Deus lhe ordenou, para que sua vida se prolongue e tudo corra bem para você na terra que Javé seu deus agora lhe dá” (Dt 5,16), não é, apenas, uma lei que estabelece papeis e status. Este mandamento é a síntese do cuidado de Deus para com seu povo que se prolonga nos cuidados do pai e da mãe. Honrar o pai e a mãe significa reconhecer e aceitar os cuidados de Deus por meio de pessoas tão próximas e íntimas, como Deus.

Num contexto bíblico de exílio e no sentimento de orfandade o povo reclama contra Deus: “Javé me abandonou, o Senhor me esqueceu!” (Is 49,14). Responde o Senhor: “Pode a mãe se esquecer do seu nenê, pode ela deixar de ter amor pelo filho de suas entranhas? Ainda que ela se esqueça, eu não me esquecerei de você” (Is 49,15).

Moisés está cuidando do povo, conforme o Senhor Deus o encarregou. Mas, num dado momento, por causa da rebeldia continuada do povo, ele vai reclamar à maternidade de Deus uma providencia imediata de correção: “Moisés ouviu o povo reclamar… Moisés ficou desgostoso, e disse a Javé: ‘Por que tratas tão mal o teu servo? Por que gozo tão pouco do teu favor, a ponto de me impores o peso de todo este povo? Por acaso, fui eu que concebi ou dei à luz este povo, para que me digas: «Tome este povo nos braços, da maneira que a ama carrega a criança no colo, e leve-o para a terra que eu jurei dar aos pais deles?» De onde vou tirar carne para dar a todo este povo? Eles vêm a mim reclamando: «Dê-nos carne para comer». Eu sozinho não consigo carregar este povo, pois supera as minhas forças!” (Nm 11,10-15).

No livro de Oséias 11,1-5, o profeta dá voz a Deus com estas palavras ao povo: “Quando Israel era menino, eu o amei. Do Egito chamei o meu filho; e no entanto, quanto mais eu chamava, mais eles se afastavam de mim… E não há dúvida, fui eu que ensinei Efraim a andar, segurando-o pela mão. Mas eles não perceberam que era eu quem cuidava deles. Eu os atraí com laços de bondade, com cordas de amor. Fazia com eles como quem levanta até seu rosto uma criança; para dar-lhes de comer, eu me abaixava até eles.”

Em Isaías 66,13-14, também, encontramos Deus dizendo: “Como a mãe consola o seu filho, assim eu vou consolar vocês; em Jerusalém, vocês serão consolados. Ao verem isso, vocês ficarão de coração alegre, e seus ossos florescerão como um campo.”

Mas, é em Isaías 40,10-11 que o jeito materno de Deus vem arrematado pela figura do pastor: “Vejam: o Senhor Javé chega com poder, e com seu braço ele detém o governo. Ele traz consigo o prêmio, e seus troféus o precedem. Como um pastor, ele cuida do rebanho, e com seu braço o reúne; leva os cordeirinhos no colo e guia mansamente as ovelhas que amamentam.”

É o próprio Jesus quem diz e assume: “Eu sou o bom pastor: conheço minhas ovelhas, e elas me conhecem, assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai. Eu dou a vida pelas ovelhas” (Jo 10,14-15).

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto Google

Posts Relacionados

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria

LEIA MAIS

DEUS É MISSÃO!

Deus não cessa de comunicar o seu amor e de revelar-se, por inteiro, sem reservas. Sua pedagogia é a da aproximação e da presença. Ele

LEIA MAIS

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria