Choro de Mulher!

Compartilhe:

Era uma vez um garotinho que perguntou à sua mãe: Mamãe, por que você está chorando? E ela respondeu: Porque sou mulher…! O menino, insistindo, disse: Mas… eu não entendo. A mãe se inclinou para ele, abraçou-o e disse: Meu amor, você jamais irá entender!”

Mais tarde o menininho perguntou ao pai: Papai, por que mamãe às vezes chora, sem motivo? O homem respondeu: Todas as mulheres sempre choram sem nenhum motivo… Era tudo o que o pai era capaz de responder.

O garotinho cresceu e se tornou um homem. E, de vez em quando, fazia a si mesmo a pergunta: Por que será que as mulheres choram, sem ter motivo para isso?”

Certo dia esse homem se ajoelhou e perguntou a Deus: Senhor, diga-me… Por que as mulheres choram com tanta facilidade?” E Deus lhe disse: Quando eu criei a mulher, tinha de fazer algo muito especial. Fiz seus ombros suficientemente fortes, capazes de suportar o peso do mundo inteiro… Porém suficientemente suaves para confortá-lo! Dei a ela uma imensa força interior, para que pudesse suportar as dores da maternidade e também o desprezo que muitas vezes provém de seus próprios filhos! Dei-lhe a fortaleza que lhe permite continuar sempre a cuidar da sua família, sem se queixar, apesar das enfermidades e do cansaço, até mesmo quando outros entregam os pontos! Dei-lhe sensibilidade para amar seus filhos, em qualquer circunstância, mesmo quando esses filhos a tenham magoado muito. Essa sensibilidade lhe permite afugentar qualquer tristeza, choro ou sofrimento da criança, e compartilhar as ansiedades, dúvidas e medos da adolescência! Porém, para que possa suportar tudo isso, meu filho… eu lhe dei as lágrimas, e são exclusivamente suas, para usá-las quando precisar. Ao derramá-las, a mulher verte em cada lágrima um pouquinho de amor. Essas gotas de amor desvanecem no ar e salvam a humanidade!”

O homem respondeu com um profundo suspiro: Agora eu compreendo o sentimento de minha mãe, de minha irmã, de minha esposa. Obrigado, Meu Deus, por teres criado a mulher.”

Dia 08 é o dia internacional da mulher e, o melhor eco deste dia é o reconhecimento e gratidão, de todos nós, à força de presença, criatividade e ação de todas as mulheres, no mundo, e, ao nosso redor.

Em nossa lista de reconhecimento e gratidão, não faltarão nomes de mulheres que ocupam os mais diferentes lugares, cuja importância, somente a história sabe contar.

Bendita seja a Mulher-Mãe!

Bendita seja a Mulher-Irmã!

Bendita seja a Mulher-Avó!

Bendita seja a Mulher-Tia!

Bendita seja a Mulher-Prima!

Bendita seja a Mulher-Amiga!

Bendita seja a Mulher-Primeiro-amor!

Bendita seja a Mulher-Namorada!

Bendita seja a Mulher-Esposa!

Bendita seja a Mulher-Companheira!

Bendita seja a Mulher-Testemunha-de-fé!

Bendita seja a Mulher-Discípula!

Bendita seja a Mulher-Singular; dona de tantos nomes, presente em tantas situações, precisa na hora da palavra, delicada nos gestos, eloquente no silêncio, discreta nos acontecimentos, pontual nas dores, incisiva na decisão, festeira nas alegrias, consoladora na morte e grata surpresa no imprevisto.

Bendita seja a Mulher-Maria modelo de todas as mulheres e mãe de nosso Irmão, Amado e Senhor Jesus.

Paz e bênção a você, mulher, pelo dia 8 de março e por todos os dias.

Pe. Edivaldo Pereira dos Santos – Dia 04/03/2015.

images (1)

 

 

 

Posts Relacionados

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts

PALAVRA TEM PODER!

  Nossas relações interpessoais são formadas e estabelecidas por muitas e fortes mediações. Uma dessas mediações é a Palavra. Sem a palavra a vida seria