BELÉM É AQUI! AQUI É NATAL!

Compartilhe:

 

 

Por que existe o Natal? O Natal, que é o nascimento de Jesus, existe porque é fruto da PROMESSA DE SALVAÇÃO que Deus fez ao seu povo, quando ainda estava ainda no exílio da Babilônia: “Pois saibam que Javé lhes dará um sinal: a jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel.  Javé há de trazer para você, para o seu povo e para toda a família do seu pai, dias de felicidade como nunca houve desde o dia em que Efraim se separou de Judá” (Is 7,14.17). Somos o povo de Deus.  Portanto, essa promessa é para cada um de nós!

No Salmo 8,5, o salmista pergunta a Deus: “Senhor, que é o homem, para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho? Esta pergunta do salmista é a pergunta de todos nós.   As vezes, não entendemos porque Deus insiste tanto conosco; em nos querer, em nos amar… mesmo quando não o queremos e não o amamos.  Segundo 2Tim 2,13, “se lhe formos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode renegar a si mesmo”. Eis, portanto, a resposta do Senhor à pergunta do salmista e nossa: “Assim diz Javé, aquele que criou você, Jacó; aquele que formou você, Israel: não tenha medo porque eu o redimi e o chamei pelo nome; você é meu (…)  Pois eu sou Javé seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador (…) porque você é precioso para mim, é digno de estima e eu o amo…” (Is 43,1.3-4).

Como o Natal vai acontecer se Jesus já nasceu? Assim como em todo aniversário, a celebração do Natal é a melhor forma de reavivar a memória sobre tudo aquilo que nos marcou um dia e continua marcando.  Ninguém nasce de novo quando comemora o aniversário, mas alimenta o gosto pela vida.  Jesus não nasce de novo, fisicamente, mas renasce como ideal; como “caminho, verdade e vida”. Sendo assim, natal é todo o dia.  Se permitirmos que o Cristo nasça, todo dia, em nós não hospedaremos mais as trevas, o pecado e nem a morte dentro de nós.

Por que Jesus teve que nascer lá no passado e não hoje? “Debaixo do céu há momento para tudo e tempo certo para cada coisa” (Ecle 1,1).  A Deus cabe julgar os tempos e os momentos.   Porque o tempo de Deus não é o nosso.  Nós temos pressa; somos de urgências.  Deus sabe o momento oportuno de todas as coisas.   “Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, Deus enviou o seu Filho.  Ele nasceu de uma mulher, submetido à Lei para resgatar aqueles que estavam submetidos à Lei, a fim de que fôssemos adotados como filhos” Gl 4,4-5). Os acontecimentos de ontem, de hoje ou de amanhã, todos eles ficam no passado.  Alguns são esquecidos .  Somente alguns se tornam imortais, como o nascimento de nosso Senhor.   A história de Jesus ficou gravada, definitivamente, em nossas vidas.  Quando fazemos memória desta história, celebrando, descobrimo-nos participantes dela.

ILIMUNADOS PELA LUZ, NOS TORNAMOS LUZ!

Todos nós, sem exceção, gememos intimamente, por uma OBRA-PRIMA que seja nossa: idealizada, planejada e realizada por nós; ao nosso gosto, com a nossa cara, com o nosso jeito.  Identificamo-nos com o que fazemos.  Somos todos artistas! Mas, não existe nada inédito.  O começo já foi dado.  Reinventamos a natureza, recriamos a vida.  A vida é uma arte! Por isso, nossa maior obra, nossa obra-prima será FAZER-NOS, terminar a obra um dia começada por  Deus; passo-a-passo;  tempo-a-tempo; espaço-a-espaço. O Natal é o começo da grande obra que precisa ser acabada: passo-a-passo;  tempo-a-tempo; espaço-a-espaço. Somos todos Artistas!

Não fomos nós que inventamos a vida, ela precisa ser recriada, renovada e reinventada. Nossa obra-prima é… REVIVER, RENASCER: passo-a-passo;  tempo-a-tempo; espaço-a-espaço.  O criativo não é, simplesmente, o inédito, o que não existia antes.  O inédito não existe.  Criativo é não parar nunca de criar, de realizar as coisas.  Somos todos artistas!

Belém é aqui! Aqui é Natal. Onde nos encontramos. E na vida e no coração de cada um que se encontra a manjedoura de Cristo. Não vamos perder esta oportunidade de ver Jesus nascendo em nós!  É tudo o que precisamos!

Feliz natal a você e à sua família!

 

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

A AMIZADE DE DEUS

  Nosso Senhor, o Verbo de Deus, que primeiro atraiu os homens para serem servos de Deus, libertou em seguida os que lhe estavam submissos,

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts