BELÉM É AQUI! AQUI É NATAL!

Compartilhe:

 

 

Por que existe o Natal? O Natal, que é o nascimento de Jesus, existe porque é fruto da PROMESSA DE SALVAÇÃO que Deus fez ao seu povo, quando ainda estava ainda no exílio da Babilônia: “Pois saibam que Javé lhes dará um sinal: a jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel.  Javé há de trazer para você, para o seu povo e para toda a família do seu pai, dias de felicidade como nunca houve desde o dia em que Efraim se separou de Judá” (Is 7,14.17). Somos o povo de Deus.  Portanto, essa promessa é para cada um de nós!

No Salmo 8,5, o salmista pergunta a Deus: “Senhor, que é o homem, para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho? Esta pergunta do salmista é a pergunta de todos nós.   As vezes, não entendemos porque Deus insiste tanto conosco; em nos querer, em nos amar… mesmo quando não o queremos e não o amamos.  Segundo 2Tim 2,13, “se lhe formos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode renegar a si mesmo”. Eis, portanto, a resposta do Senhor à pergunta do salmista e nossa: “Assim diz Javé, aquele que criou você, Jacó; aquele que formou você, Israel: não tenha medo porque eu o redimi e o chamei pelo nome; você é meu (…)  Pois eu sou Javé seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador (…) porque você é precioso para mim, é digno de estima e eu o amo…” (Is 43,1.3-4).

Como o Natal vai acontecer se Jesus já nasceu? Assim como em todo aniversário, a celebração do Natal é a melhor forma de reavivar a memória sobre tudo aquilo que nos marcou um dia e continua marcando.  Ninguém nasce de novo quando comemora o aniversário, mas alimenta o gosto pela vida.  Jesus não nasce de novo, fisicamente, mas renasce como ideal; como “caminho, verdade e vida”. Sendo assim, natal é todo o dia.  Se permitirmos que o Cristo nasça, todo dia, em nós não hospedaremos mais as trevas, o pecado e nem a morte dentro de nós.

Por que Jesus teve que nascer lá no passado e não hoje? “Debaixo do céu há momento para tudo e tempo certo para cada coisa” (Ecle 1,1).  A Deus cabe julgar os tempos e os momentos.   Porque o tempo de Deus não é o nosso.  Nós temos pressa; somos de urgências.  Deus sabe o momento oportuno de todas as coisas.   “Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, Deus enviou o seu Filho.  Ele nasceu de uma mulher, submetido à Lei para resgatar aqueles que estavam submetidos à Lei, a fim de que fôssemos adotados como filhos” Gl 4,4-5). Os acontecimentos de ontem, de hoje ou de amanhã, todos eles ficam no passado.  Alguns são esquecidos .  Somente alguns se tornam imortais, como o nascimento de nosso Senhor.   A história de Jesus ficou gravada, definitivamente, em nossas vidas.  Quando fazemos memória desta história, celebrando, descobrimo-nos participantes dela.

ILIMUNADOS PELA LUZ, NOS TORNAMOS LUZ!

Todos nós, sem exceção, gememos intimamente, por uma OBRA-PRIMA que seja nossa: idealizada, planejada e realizada por nós; ao nosso gosto, com a nossa cara, com o nosso jeito.  Identificamo-nos com o que fazemos.  Somos todos artistas! Mas, não existe nada inédito.  O começo já foi dado.  Reinventamos a natureza, recriamos a vida.  A vida é uma arte! Por isso, nossa maior obra, nossa obra-prima será FAZER-NOS, terminar a obra um dia começada por  Deus; passo-a-passo;  tempo-a-tempo; espaço-a-espaço. O Natal é o começo da grande obra que precisa ser acabada: passo-a-passo;  tempo-a-tempo; espaço-a-espaço. Somos todos Artistas!

Não fomos nós que inventamos a vida, ela precisa ser recriada, renovada e reinventada. Nossa obra-prima é… REVIVER, RENASCER: passo-a-passo;  tempo-a-tempo; espaço-a-espaço.  O criativo não é, simplesmente, o inédito, o que não existia antes.  O inédito não existe.  Criativo é não parar nunca de criar, de realizar as coisas.  Somos todos artistas!

Belém é aqui! Aqui é Natal. Onde nos encontramos. E na vida e no coração de cada um que se encontra a manjedoura de Cristo. Não vamos perder esta oportunidade de ver Jesus nascendo em nós!  É tudo o que precisamos!

Feliz natal a você e à sua família!

 

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

EM 2022, REDESCUBRA-SE!

  Não é preciso fazer nenhuma pesquisa ou estatística para saber que o tempo é, sempre, referido como a principal justificativa dos problemas e dificuldades

LEIA MAIS

REVISÃO DE VIDA

  O ‘ano que vem’ não está longe. Pelo contrário, 2022 está ai! Tudo o que fazemos deve passar, sempre, por avaliação. Avaliar é preciso

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts