A VIDA NÃO ESTÁ PRONTA PARA NINGUÉM!

Compartilhe:

Em nós, tudo é limitado! Porém, isso não quer dizer que sejamos incapazes e impotentes ou que as coisas, para nós, são impossíveis e irrealizáveis. Não! Não é uma questão de competência, força ou capacidade. É uma questão de natureza. Nossa natureza é limitada. Nós somos humanos e, por isso, limitados!

Não dá para fazermos nada, direito e bem feito, contra a nossa natureza. A consciência sobre nossos limites é que nos faz enxergar novos horizontes de mil possibilidades. A vida é campo aberto para a realização humana. Nada é impossível! Nada é irrealizável! Mas, é preciso estar claro que estamos cheios de limitações; limitações de tempo, de recursos, de meios; de técnica, de conhecimentos, de saúde, de força, de entusiamo, de motivação… limitações humanas. Naturais limitações humanas.

Ora! Quem pode algo contra a limitação do sono. Não dá para trabalhar, dirigir… viver sem o merecido descanso trazido pelo repouso. Quem pode algo contra a fome, a sede, a saudade, a dor, a idade, os desejos, as vontades, as enfermidades, as inseguranças… a morte.

Não é contra a nossa natureza que devemos lutar, mas em seu favor! Em favor da nossa vida, tal qual ela é; sem máscaras ou disfarces. O que somos é o que somos! Não dá para fugir!

Precisamos tomar consciência de quem somos nós para lidarmos, de maneira harmônica, com tudo o que for verdadeiramente humano em nós; sem neuras; sem revolta, sem culpas. Conheça-se a si mesmo! Aceite-se a si mesmo! Lute por você mesmo! Porque, melhor que você, para você mesmo, não há ninguém! Mas, se você não se aceita, não se quer bem e não se ajuda, quem poderia fazer algo em seu favor? Penso que ninguém!

Tome uma postura de fé na vida. “Tenha coração reto, seja constante e não se desvie no tempo da adversidade. Una-se ao Senhor e não se separe, para que você no último dia seja exaltado. Aceite tudo o que lhe acontecer, e seja paciente nas situações dolorosas (…). Confie no Senhor, e ele o ajudará; seja reto o seu caminho, e espere no Senhor” (Eclo 2,2-6).

Aceite as próprias limitações, fazendo disso, uma aceitação da própria vida. E saiba de uma coisa, “esse tesouro nós o levamos em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse incomparável poder pertence a Deus e não é propriedade nossa. Somos atribulados por todos os lados, mas não desanimamos; somos postos em extrema dificuldade, mas não somos vencidos por nenhum obstáculo; somos perseguidos, mas não abandonados; prostrados por terra, mas não aniquilados. Sem cessar e por toda parte levamos em nosso corpo a morte de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo. De fato, embora estejamos vivos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal” (2Cor 4,7-11).

Há uma revolução a ser feita em você; uma verdadeira transformação pessoal! A vida não está pronta para ninguém. “Somos nós que fazemos a vida”. Lembra-se daquela música do Gonzaguinha: O que é, o que é? Veja que letra!

“Eu fico com a pureza das respostas das crianças: é a vida! É bonita e é bonita!

Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar, e cantar, e cantar, a beleza de ser um eterno aprendiz. Ah, meu Deus! Eu sei que a vida devia ser bem melhor e será, mas isso não impede que eu repita: é bonita, é bonita e é bonita!

E a vida? E a vida o que é, diga lá, meu irmão? Ela é a batida de um coração? Ela é uma doce ilusão? Mas e a vida? Ela é maravilha ou é sofrimento? Ela é alegria ou lamento? O que é? O que é, meu irmão?

(…)

Faça de sua vida a melhor descoberta de toda a sua existência! Viva! Viva! Viva!

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google

Posts Relacionados

QUARESMA: OS TEMPOS MUDARAM!

  O que será que sobrou das nossas quartas-feiras de cinzas: Lembranças?  Saudades? Tradição? Medo? Dúvida? Apreensão? Será que toda essa história de quarta-feira de

LEIA MAIS

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts