15ª Romaria da Terra e da Água reafirma compromisso da Igreja com a vida, a justiça e a cidadania

Compartilhe:

Aconteceu, entre os dias 16 e 17 de julho, em Piripiri-PI a 15ª Romaria da Terra e da Água no Piauí. Esta edição teve como tema ‘Terra e Água: Direitos Sagrados’ e lema ‘Deus deu a terra a seus filhos Sl 115,16) e reuniu cerca de 5 mil romeiros. A programação incluiu diversas atividades como celebrações, momentos de espiritualidade, seminários temáticos, apresentações culturais e caminhada.

A 15ª Romaria da Terra e da Água foi organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Regional Nordeste 4, através da Diocese de Parnaíba e da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios. O evento também contou com colaboração de diversos movimentos, grupos e pastorais como a Comissão Pastoral da Terra (CPT) e Cáritas, além do apoio do Governo do Estado do Piauí e da Prefeitura Municipal de Piripiri.

O evento iniciou com a recepção dos romeiros em diversos pontos da cidade nas primeiras horas do sábado. Em seguida, houve celebração de abertura na matriz de Nossa Senhora dos Remédios e transladação do Santíssimo Sacramento para a tenda na Praça da Bandeira. Na parte da tarde, aconteceram os seminários temáticos nas escolas e, ao fim do dia, os romeiros se dirigiram para a Praça de Eventos, onde aconteceu a tribuna do povo, que contou com pronunciamentos de autoridades políticas e eclesiásticas e apresentação dos resultados dos seminários.

Na madrugada do domingo, houve concentração na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus e caminhada até o patamar da igreja de Nossa Senhora dos Remédios, onde aconteceu a missa de encerramento da romaria. A celebração foi presidida pelo bispo de Parnaíba e presidente da Comissão Regional Nordeste 4 da CNBB, Dom Juarez Sousa da Silva, e concelebrada por Dom Jacinto Brito (Teresina), Dom Francisco de Assis (Campo Maior), Dom Edivalter Andrade (Floriano), Dom Edilson Nobre (Oeiras), Dom Plínio Luz (Picos) e Dom Marcos Antonio Tavoni (Bom Jesus).

Ao fim da celebração, Dom Juarez fez a entrega da cruz peregrina para a Diocese de Bom Jesus do Gurgueia, que vai sediar a 16ª edição da Romaria da Terra e da Água no Piauí em 2025.

Frei Leandro, coordenador geral da romaria e pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios avaliou positivamente e agradeceu as equipes envolvidas na organização:

A minha sensação é a de dever cumprido. E tudo isso só foi possível porque contamos com o empenho e a colaboração de um exército de pessoas, que trabalharam noite e dia para fazer acontecer este grande evento. Sem a contribuição de toda essa gente, nada disso seria possível. Tenho convicção de que a romaria se firmou como uma das maiores já realizadas e proporcionou uma experiência de fé e espiritualidade a todos.

Para Dom Juarez, a 15ª Romaria da Terra e da Água conseguiu despertar entre os participantes a necessidade por uma Igreja inclusiva, acolhedora e que se preocupa com pessoas desfavorecidas, excluídas e marginalizadas.

A romaria se propõe a ser um forte momento de reflexão, espiritualidade e celebração, onde a fé e vida se misturam. Aqui se manifestam os desabafos, os clamores dos pobres da terra, de todos os povos, por vida, liberdade, justiça e paz. Esta romaria expressou a esperança do povo e possibilitou uma experiência de encontro com o Senhor e, por isso, sairemos daqui motivados pelo Espírito a ser parte de uma igreja samaritana, que acolhe, se compadece e cuida do outro, destacou.

 

FONTE: https://cnbbne4.org.br/

Posts Relacionados

ANO
JUBILAR

AMIGOS DO
SEMINÁRIO

ESCOLA
MISSIONÁRIA
DISCÍPULOS DE
EMAÚS - EMIDE

Facebook

Instagram

Últimos Posts