- Diocese de Oeiras - http://diocesedeoeiras.org -

Vocação é chamado e o Senhor chamou você!

 

A primeira realidade de uma pessoa e, certamente, a mais importante é o seu nome. O nome de uma pessoa é a sua porta de entrada, seu ponto de partida, seu contato, seu acesso, sua verdade, sua honra, seu espaço de relacionamento, sua identidade… sua vida! O nome é, na verdade, a única coisa que nós temos! É o que de fato fala de nós! O nome é tudo numa pessoa!

Você tem nome e pelo nome é conhecido. Mesmo quando não gosta do seu nome; mesmo quando tem apelido, é assim que você é chamado. Nosso dia-a-dia é marcado por vários chamados! Nossa vida é um chamado! Nossa existência é resposta ao chamado da vida! Ninguém será completo, realizado e feliz se não responder aos chamados que lhe são dirigidos. Ninguém viverá em paz enquanto não responder aos chamados que Deus faz!

Quem poderia renegar seu nome sem renegar seu chamado?

Nós somos vocacionados, por natureza e, não há desculpa: ou respondemos ou não vivemos!

Deus nos chamou à vida: ele nos criou!

“Quando Javé Deus fez a terra e o céu, ainda não havia na terra nenhuma planta do campo, pois no campo ainda não havia brotado nenhuma erva: Javé Deus não tinha feito chover sobre a terra e não havia homem que cultivasse o solo e fizesse subir da terra a água para regar a superfície do solo. Então Javé Deus modelou o homem com a argila do solo, soprou-lhe nas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se um ser vivente” (Gn 2,4b-7).

Ele nos fez à sua imagem e semelhança

“Então Deus disse: ‘Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. E Deus criou o homem à sua imagem; à imagem de Deus ele o criou; e os criou homem e mulher” (Gn 1,26-27).

Ele nos abençoou por inteiro

“Ele nos abençoou com toda bênção espiritual, no céu, em Cristo. Ele nos escolheu em Cristo antes de criar o mundo para que sejamos santos e sem defeito diante dele, no amor” (Ef 1,3-4).

Deus chama a cada um de nós, pelo nome; de forma direta; mesmo se tiver que usar uma situação ou pessoa. Deus fala conosco e nos interpela a um tipo de vida diferente. Ele nos chama para viver nele, com ele e por ele. Ele nos chama para sermos o que realmente somos, segundo a realidade do nosso nome. E, quando o nosso nome não expressa toda a verdade de nossa existência ele propõe um outro nome para uma vida nova e uma história nova, como fez com Abrão, com Sarai e tantos outros.

Deus faz aliança com Abrão: “Veja! A aliança que eu faço com você é esta: você será pai de muitas nações. E não se chamará mais Abrão, mas o seu nome será Abraão, pois eu o tornarei pai de muitas nações. Eu o tornarei extremamente fecundo. De você farei surgir nações, e de você nascerão reis. Vou estabelecer para sempre a minha aliança entre mim e você, como aliança eterna. Serei o Deus de você e o Deus de seus futuros descendentes” (Gn 17,2-7).

Deus faz aliança com Sarai: “Deus disse a Abraão: ‘Sua mulher Sarai não se chamará mais Sarai, mas Sara. Eu a abençoarei, e dela darei um filho a você, e eu o abençoarei. Dela nascerão nações e reis de povos’” (Gn 17,15-16).

E hoje, o Senhor profetiza uma aliança conosco: “Vejam o meu servo, a quem eu sustento: ele é o meu escolhido, nele tenho o meu agrado. Eu coloquei sobre ele o meu espírito, para que promova o direito entre as nações. Ele não gritará nem clamará, nem fará ouvir a sua voz na praça. Não quebrará a cana que já está rachada, nem apagará o pavio que está para se apagar. Promoverá fielmente o direito; não desanimará, nem se abaterá, até implantar o direito na terra e a lei que as ilhas esperam” (Is 42,1-4)

Como ficar surdo à voz de Deus? Como não responder ao seu chamado!

É hora de assumir a verdade da sua natureza: Você é um vocacionado do Pai. Não feche o ouvido a Ele. Não emudeça a sua voz! Diga sem medo: ‘Fala Senhor, que teu servo escuta!’ (1Sm 3,10)

 

Por: Pe. Edivaldo Pereira dos Santos

Foto: Google