Notícia da Diocese

Milhares de romeiros seguem os Passos do Bom Jesus

Autor:

Nas primeiras horas da manhã da sexta-feira, 12/04/2019, os romeiros do Bom Jesus dos Passos participaram da missa na Igreja do Rosário. A missa foi celebrada pelo Pe. João de Deus, pároco da Paróquia Sagrada Família, que tradicionalmente celebra esse momento de ação de graças com todos os romeiros do Bom Jesus. A celebração foi concelebrada pelos padres: Benedito, pároco da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, Rogério Nascimento administrador da Paróquia de São Francisco de Assis, Campinas e o Diácono Lael Rubem.

Ao meio dia da sexta-feira, os romeiros rezaram Ofício ao Bom Jesus na Igreja do Rosário, de onde por volta das 16h30, saíram em procissão acompanhando a imagem do Bom Jesus pelas ruas e becos históricos da cidade; chegando a Praça das Vitórias, onde aconteceu o Sermão do Encontro, no Paço Municipal, proferido por Dom Edivalter Andrade, bispo da Diocese de Floriano.

Dom Edivalter destacou no sermão do encontro: À luz do tema da Campanha da Fraternidade 2019 que é “FRATERNIDADE E POLÍTICAS PÚBLICAS” vocês acolheram para a Semana Santa deste ano o lema: COM BOM JESUS DOS PASSOS, PELA JUSTIÇA E PELA PAZ. Aqui viemos irmãs e irmãos, atraídos por Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, para fazer a memória dos seus passos, mas também dos nossos passos e dos passos de tantos outros irmãos e irmãs que caminham pelo mundo em busca de justiça e de paz. É imensa a procissão dos desassistidos, excluídos e marginalizados. Muitos que aqui se encontram já estão, certamente, com os pés cansados porque além da caminhada que estamos fazendo nesta tarde, já caminharam pela noite saindo de suas casas e comunidades para virem ao encontro do Senhor dos Passos;, e se referindo a Virgem das Dores, ele destaca,  Maria é Testemunha da paixão pela sua presença, nela participante com a sua compaixão, Maria Santíssima ofereceu uma contribuição singular ao Evangelho do sofrimento, realizando antecipadamente aquilo que afirmaria São Paulo com as palavras citadas no início desta reflexão. Sim, Ela tem títulos especialíssimos para poder afirmar que  “completa na sua carne-como igualmente no seu coração – aquilo que falta aos sofrimentos de Cristo” , pontuou Dom Edivalter.

O ponto alto do sermão foi o encontro das imagens do Bom Jesus e de Nossa Senhora das Dores, um momento forte de comoção popular. Logo após, as imagens seguiram para os dois últimos passos em procissão, acompanhadas pelos devotos. Chegando à Catedral, ficaram expostas para visitação, esmolas e agradecimentos finais dos romeiros, que entoando louvores prestaram sua última homenagem.

Maria Beú, (personagem de Verônica) entoou em cada passo o canto de lamentação, levando os romeiros a adentrarem na mística da procissão. A jovem escolhida este ano para representar a Verônica, conhecida por Maria Beú em Oeiras, devido ao canto em latim, pela terminação “meus”, foi a professora Elimar que emocionou a todos.

Milhares de fieis participaram da Procissão do Bom Jesus dos Passos. Romeiros vindos de toda a diocese, das cidades vizinhas e outros estados marcaram presença. As festividades ao Bom Jesus acontecem há aproximadamente dois séculos e atraem uma multidão de romeiros, que pagando promessa e vestindo roxo, acompanham os passos do Bom Jesus. A Semana Santa de Oeiras é a mais tradicional do Piauí. Até o dia 21 de abril deste ano, muitas cerimônias, missas e procissões acontecem na Primeira Capital do Estado.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *